É já na entrada para o verão do próximo ano que o Makeup Museum em Nova Iorque abre portas com uma exposição muito especial. Dedicada à História da Beleza e o seu impacto na sociedade, o museu da maquilhagem inaugura-se com uma missão grande em mãos: falar sobre os mais de 10 mil anos de vida de uma das melhores coisas desta vida, a maquilhagem.

A primeira instalação, Pink Jungle: 1950s Makeup in America, será uma viagem no tempo até um dos períodos mais significativos para a trajetória da cosmética. "Os anos 50 são a época perfeita para o Makeup Museum começar porque foi a era do nascimento da indústria moderna de cosmético", explicou Doreen Bloch, diretora executiva e co-fundadora do museu num comunicado.

Mas as boas notícias não se ficam por aí. Se alguma vez imaginou como seria a prateleira de produtos de Beleza de Marilyn Monroe é bem provável que o museu lhe dê resposta. A ideia é que ao visitar o Makeup Museum fique a saber como seriam as "shelfies" de Greta Garbo, Audrey Hepburn, Dorothy Dandridge e Anna May Wong, sendo que uma porção do espólio parte de produtos usados por ícones de Beleza.

Rachel Goodwin, maquilhadora de Emma Stone a January Jones, é também uma das fundadoras do museu. Com este projecto, a makeup artist espera legitimar o trabalho dos maquilhadores e "elevar o impacto que os makeup artists têm nas normas culturais e como mudaram a forma como nos vemos a nós mesmos". Resumidamente, quer levar o 'artist' do nome à letra.

Os bilhetes começam a ser vendidos em março, com preços a partir dos 25 dólares. Para mais informações, consulte a página de Instagram do museu ou a sua morada oficial online.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.