Descobrimos um produto-maravilha, sonhamos em adquiri-lo e, depois de alguma ponderação, decidimos fazer o investimento. Introduzimo-lo na nossa rotina de Beleza, mas, depois de aplicado na pele, começa a esfarelar. Esta situação é lhe familiar? Para além de ser incomodativo, ficamos com aquela vontade de colocar o creme ou um sérum em modo stand by e guardado bem no fundo da gaveta.

Queremos saber porque é que os cosméticos esfarelam e, por isso, recorremos a Joana Preto, enfermeira e especializada em dermocosmética, que se aprontou a dar-nos a resposta a esta e a outras questões para que não restem dúvidas sobre esta matéria.

No entanto, primeiramente, há algumas noções que Joana quer deixar explicadas, pois, de acordo com o seu ponto de vista, não há uma resposta certa para este problema.

  • "A experiência com os produtos de cuidados para pele é demasiado subjetiva quando nos referimos aos cosméticos, quer sejam aplicados na pele do rosto ou do corpo. Seja pela textura ou pela sua performance vs propósito, não temos todos os mesmos resultados pretendidos, ainda que façamos o passo a passo seguindo as indicações do fabricante;
  • A nossa pele é única, os nossos hábitos de vida variam, a história da nossa pele é particular e, verdade seja dita, a nossa dedicação aos cuidados de pele depende da importância que damos aos resultados que pretendemos e quanto os desejamos;
  • Hoje em dia, é fácil ter acesso a experiências pessoais acerca de determinados cosméticos, muito frequente no digital, bem como revisões e estudos clínicos in vitro e ex vivo disponibilizados por algumas marcas. A verdade é que rapidamente se percebe, ao ler determinadas opiniões, que um mesmo cosmético tanto pode ser considerado incrível como um mau investimento."

Porque é que os cosméticos esfarelam?

#MirandaChamaÀAtenção: Joana Preto refere que existem outras "causas que não sendo esfarelamento se podem confundir com ele, quer ao aplicar hidratantes ou protetores solares. O mais comum tem a ver com o uso de renovadores celulares, os conhecidos ácidos esfoliantes, ou com o uso de retinóides. O objetivo dos ácidos esfoliantes e dos retinóides é, respetivamente, a sua ação queratolítica e a diferenciação do tecido epitelial que diz respeito à epiderme. Assim, podemos esperar do seu uso sintomas de ardor ou prurido, bem como sinais de vermelhidão e descamação. Esta descamação é um fenómeno possível do uso de ácidos esfoliantes e do uso de alguns retinóides, e é precisamente a renovação da pele. Claro está que esta descamação será acelerada com o ato mecânico da aplicação do creme hidratante ou do protetor solar. É importante que esteja sensibilizado para isto de forma que não seja dúbia a causa do esfarelamento."

De acordo com Joana, não existem maus produtos no mercado, porque, o grande objetivo da indústria é tentar proporcionar-nos os melhores resultados possíveis e satisfazer as nossas necessidades. Todavia, "(...) na realidade parece existir uma certa probabilidade para certos produtos esfarelarem, nomeadamente o protetor solar, e isso nota-se precisamente nas experiências que os consumidores descrevem." Quando esta situação se verifica, as fórmulas são as primeiras a serem chamadas para a discussão. "Do ponto de vista da formulação dos produtos, existem várias opiniões para o fenómeno do esfarelamento. Há quem diga que pode existir incompatibilidade entre produtos, mas outros experts referem que isso é altamente improvável. Contudo não deixa de ser um fenómeno que muitos de nós já experienciámos. O problema é que além de inestético, compromete a eficácia dos produtos."

É mais provável que os protetores solares esfarelem? 

Como já mencionado, a aplicação do protetor solar leva, em muitos casos, ao esfarelamento, sendo, portanto, algo comum. "Quanto ao protetor solar é mais provável que os minerais possam levar ao esfarelamento, na presença de filtros como o óxido de zinco e dióxido de titânio. O protetor solar é o produto que deve ser utilizado como último passo dos cuidados de pele, sendo o seu propósito formar uma barreira à superfície da mesma, a qual deve ser uniforme. A formação de aglomerados de produto compromete esta uniformização necessária à proteção da pele na sua extensão."  

Quais as soluções para os produtos não esfarelarem?

Quando um problema surge, queremos todos a solução, não é verdade? Para a questão do esfarelamento dos produtos de cosmética, Joana diz que "é difícil prever quais são os produtos que podem esfarelar, e será sempre ingrato atribuir a causa do esfarelamento de um produto cosmético apenas com base nos seus ingredientes, até porque a lista INCI [Nomenclatura Internacional de Ingredientes de Cosméticos] não confere toda a informação sobre o cosmético. Por outro lado, a não ser que se trate de um formulador ou uma pessoa com expertise na área da formulação, será um grande desafio saber quais são os ingredientes de várias fórmulas que podem interagir entre si.

Para que os cosméticos não esfarelem na pele, Joana Preto dá-nos a conhecer uma mão-cheia de dicas e conselhos, que, segundo a própria, "assentam sobretudo no cuidado da pele, nas quantidades aplicadas e na forma de utilização dos produtos". Ora, aponte já:

  1. "O meu primeiro conselho aplica-se ao cuidado da pele, isto é, à manutenção da sua hidratação e textura. A xerose cutânea (pele seca) pode ser uma causa, às vezes pouco evidente, para o esfarelamento dos produtos aplicados. É mais provável que a pele seca apresente descamação e ao aplicar um creme a tendência para formar grumos é maior. A textura mais áspera e irregular da pele também pode explicar este fenómeno, pelo que manter cuidados que promovam a renovação epidérmica (esfoliação) será essencial para que a sua superfície seja o mais suave possível, e dessa forma o produto seja espalhado de forma mais uniforme. Mas cuidado! A esfoliação indevida, em excesso ou em defeito, também pode levar à da desidratação da pele, e mais tarde descamação;
  2. O meu segundo conselho diz respeito às quantidades aplicadas. Quando se aplica uma quantidade de produto superior à necessária existe um excedente que permanece na superfície, e por isso que não penetra na epiderme. A quantidade necessária para hidratação da pele do rosto equivale, em média, ao tamanho de uma avelã para cumprir o seu propósito; a quantidade semelhante ao tamanho de duas avelãs poderá servir para hidratar a pele do rosto além do pescoço e decote, caso aprecie aplicar o seu creme habitual nestas duas regiões.
  3. O meu terceiro conselho refere-se à forma de aplicação dos produtos. Os produtos devem ser aplicados na pele e espalhando, e não friccionando. Independentemente da textura do sérum ou creme, o importante é aplicar a quantidade necessária pelo rosto e depois espalhar com suavidade e da seguinte forma: das sobrancelhas e têmporas em direção à raíz do cabelo; no terço médio e inferior do rosto espalhar do centro para o exterior. No pescoço e região submentoniana, o produto deve ser espalhado em movimentos latero-ascendentes, tal como na zona do decote."
Resumindo, Joana indica o que deve sempre fazer em simples passos: 
  • "Avaliar a hidratação da pele;
  • Aplicar apenas e somente a quantidade necessária de sérum e creme hidratante;
  • Não friccionar os produtos na pele, mas sim espalhar;
  • Relativamente ao uso do fotoprotetor, a aplicação em camadas poderá ser uma estratégia. Ao aplicar a quantidade correta, mais ou menos três dedos de comprimento de produto, experimente ir aplicando aos poucos, por zonas, ao invés de aplicar toda a quantidade de uma vez só.

Se usar maquilhagem, ou um creme com cor, as minhas sugestões para evitar o esfarelamento são:

  • Esperar entre a aplicação do protetor solar e da maquilhagem, ou seja, não aplicar de seguida, mas usar o tempo de espera para outra tarefa que faça sentido naquele momento;
  • Utilizar um pincel ou esponja para aplicar a base ou o creme com cor. Apesar da aplicação com as mãos parecer mais prática, uma vez mais a aplicação com fricção é altamente provável usando esta técnica."
Já que sabe de todas estas dicas, coloque-as em prática e previna o esfarelamento dos seus produtos de cosmética.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.