Um glass hair perfeito, os caracóis mais elásticos de sempre ou até as beach waves que demorámos quase uma hora a atingir. A chuva é implacável a todas as rezas e promessas aos deuses da Beleza: inevitavelmente ela vai chegar ao cabelo.

Portanto, depois de nos resignarmos com esse facto, resta-nos atenuar a situação, tentando manter o cenário o menos frizado possível.

O principal é "utilizar produtos que vão proteger da humidade, ou seja, que vão guardar o cabelo", explica Isabel Leite, hairstylist. "Quando [o cabelo] está sensibilizado ou com alguma necessidade, ele vai buscar ao meio ambiente, daí a chuva ser daquelas situações em que é difícil controlar, porque o cabelo vai buscar a água ao meio ambiente. Se nós utilizarmos um produto que vá ajudar a preservar a água dentro do fio de cabelo, ele não ter tanto essa necessidade." Além dos podutos anti-frizz, Isabel recomenda também usar hairsprays, porque "também ajudam a controlar um bocadinho o nosso styling". Na verdade, remata, "é so uma questão de usar a ferramenta certa".

Para Sílvia Oliveira, isso significa "usar protecção, antes de alisar, ou mesmo para os caracóis, e usar um creme anti-frizz que ajuda a pôr os cabelinhos no sítio", diz-nos na azáfama dos bastidores do Portugal Fashion. Mas para a hairstylist, o mais importante é mesmo "finalizar sempre com um anti-frizz" que ajuda muito no caso de os cabelos levarem com alguma chuva".

Anti frizz
Frizz Dismiss Instant Deflate Sérum Leave-In Suavizante, € 17,21, Redken

Benditas toalhitas

Mas porque, muitas vezes, a chuva é inesperada, há que ter soluções on-the-go. Convenientes para ter na carteira, no carro ou no local de trabalho, as toalhitas anti-frizz também podem ser um recurso para acalmar a fera em que entretanto o cabelo se tornou.

Na sua rede favorita

Siga-nos no Instagram