Susana Chaves, Diretora

Nestes 12 meses ímpares, os grandes beneficiados foram os meus cabelos. Além de os deixar crescer quase pela cintura, o facto de ficar mais tempo em casa e com escassos compromissos presenciais, fizeram-me abrandar os processos de styling com calor, revertendo esse tempo para os nutrir em fartura: troquei condicionador por máscara e, em cada poiso da casa tenho agora sempre um óleo de cabelo à mão. Descobri que o (meu) cabelo aguenta e fica feliz com muito mais nutrição do que eu pensava e que também adorou menos lavagens semanais. No que respeita aos cuidados de rosto, o descanso da maquilhagem tornou a pele menos sensível e também menos oleosa nas zonas habituais, apesar do uso da máscara. Durante o dia, depois da limpeza aplico apenas o sérum para o efeito que mais sinta necessidade e só uso creme se sentir falta de nutrição. À noite, não salto nenhum passo: limpeza, essência, sérum, creme, contorno de olhos, lábios e pescoço. Adoptei o hábito de hidratar as pernas antes de me deitar e os resultados na qualidade da pele são fantásticos, nem uma aspereza à vista. Na maquilhagem e para as reuniões virtuais, optei por camuflar imperfeições e iluminar o rosto, dar um toque de blush, um brilho nas pálpebras e nos lábios e pouco mais. Preferi sempre texturas cremosas e abdiquei da máscara de pestanas.

Os meus favoritos

  • ROSTO: Os séruns foram os meus melhores amigos deste ano. Usei e abusei consoante as necessidades: conforto e reparação com a nova fórmula do Advanced Night Repair da Estée Lauder; iluminar com o CC Me da Summer Fridays, renovar e nutrir com o Double R da Guerlain e dar um lift com o Skin Caviar Liquid Lift da La Prairie. Para contorno de olhos e de lábios, o Global Repair Eyes & Lips da Filorga tornou-se um novo favorito.
  • CABELO: Os champôs sólidos foram, sem dúvida, uma das melhores descobertas do ano e, dos que testei, este Ultra Suave da Garnier, é um claro vencedor. No campo da nutrição, as ampolas da Pantene continuam a ser um valor seguro e as boas surpresas foram o Spray para depois da lavagem, da Nivea e a máscara de Capuaçu da Klorane. Para lá de extraordinário, tal como o é o secador da Dyson, também o conjunto Airwrap é outro campeonato e sendo um investimento considerável, recomendo mesmo que se considere.
  • MAQUILHAGEM: Boa pele, com ar saudável e luminoso foi o meu mood deste ano. Em vez de bases com mais cobertura, optei por texturas mais sheer ou por produtos multi-funções para me maquilhar 2 minutos antes de começar o Zoom: a Forever Skin Correct da Dior é um corrector que também faz as vezes da base e o Sheer Healthy Glow da Chanel é o glow perfeito para o rosto todo ou só para apontamentos de luz. Adoro a Fenty Beauty e estou in love com o blush cremoso Checks Out. No campo das sombras, o quad da linha Soleil Neige de Tom Ford tem os meus tons favoritos que vão com tudo sem pesar. O love affair do ano (se não for da década) foram sem dúvida os batons (recarregáveis, yeay!) são mesmo os batons Rouge Hermès com tons e acabamentos vários e embalagens dignas de emoldurar.
  • OUTROS: Nesta categoria teria de caber pelo menos o dobro das escolhas, o que é bom sinal pois significa que a cosmética está a progredir para segmentos que não se resumem às áreas ou necessidades mais tradicionais. No campo dos gadgets, o Bear da Foreo é prova disso mesmo: o poder ter em casa um equipamento que, há uns anos, só estaria disponível em gabinete. Para o corpo escolhi o bálsamo lifting da Caudalie, pelo extremo conforto e textura sublime, além do efeito, claro. Para uma cicatriz numa canela comecei por usar o Cica-óleo da Uriage mas gostei tanto do efeito, que o estendi à totalidade das pernas. No campo dos perfumes, as colónias foram a escolha óbvia para temperar e refrescar o stress da quarentena e, entre muitos que usei, apaixonei-me pela nova Colonia Futura da Aqua di Parma, pelo aroma e conceito ecológico. Também no campo da ecologia e sustentabilidade que, felizmente, cresce a passos largos na cosmética, adoro o LastSwab, um cotonete lavável e reutilizável, tanto para limpeza dos ouvidos como para as correções de maquilhagem.

Joana Maia Rodrigues, Editora

Neste ano de 2020, o foco ficou todo por conta dos cuidados de rosto e de cabelo. O uso de máscara veio trazer à minha pele uma textura irregular e o tal mascne localizado entre os lábios e o queixo. Por isso, tive três missões específicas no que diz respeito ao rosto: melhorar a textura e acabar com as borbulhas, hidratar para proteger e dar luminosidade. O mesmo aconteceu com o cabelo, este foi o ano de reparar os fios muito secos e danificados e tratar o couro cabeludo irritado.

Falando em mudanças nas rotinas, a maquilhagem foi a que mais alterações sofreu. O corretor, o blush e o gel de sobrancelhas foram as verdadeiras estrelas deste 2020. O meu foco foi sem dúvida uma pele natural, com o mínimo de cobertura para a mesma respirar, e muito viçosa e iluminada.

Os meus favoritos

  • ROSTO: Foi ano de voltar a um dos meus hidratantes de rosto preferidos de sempre, o Moisture Surge da Clinique. Adoro a textura em gel, facilmente absorvida, mas que dá logo conforto e hidratação e luminosidade à pele. E falando em luminosidade, o meu amor por essências continua e a da Caudalie conquistou o primeiro lugar. Como disse acima, controlar a textura foi uma das batalhas deste ano e o tratamento localizado Trio-Zinc da Novexpert e o Peeling Solution AHA 30% + BHA 2% da The Ordinary foram os grandes aliados. Já o Creme de Olhos Banana Bright da Ole Henriksen foi uma agradável surpresa para hidratar e dar luminosidade a esta região.
  • CABELO: A grande revelação deste 2020 foi, sem sombra de dúvidas, o Hair Protector Nº3 da Olaplex, um verdadeiro boost de reparação que salvou os meus fios (ultra) secos. Quase par a par com este, estão a Máscara Restauradora da Queratina e o óleo reconstrutivo LuxeOil, ambos da System Professional. Verdadeiros milagres para recuperar a saúde do cabelo. E falando em saúde, o champô Bain Anti-Pelliculaire Specifique da Kérastase limpa em profundidade as películas e prolonga o aparecimento das mesmas. Também ajuda a diminuir o prurido. O Sérum de Brushing Shiki Worker da Shu Uemura foi um achado para o styling do cabelo, deixando-o definido sem pesar.
  • MAQUILHAGEM: Este foi o ano de deixar a pele respirar e realçar a Beleza natural. Por isso mesmo, as estrelas de makeup foram o corretor, o gel de sobrancelhas e o blush. O Stretch Concealer da Glossier foi amor-ódio, mas que acabou por ser um favorito, devido à textura ultra-leve e luminosa, que embora não tape todas as imperfeições ajuda a disfarças, mantendo a tal naturalidade. O pior é mesmo não se vender em Portugal (P.S.: Se alguém conhecer um bom substituto que me avise!). Já o Gimme Brow da Benefit é um amor antigo, mas que segue firme, embora seja menina de experimentar todos os géis de sobrancelhas do mercado. Quanto aos blushes, a escolha também não foi nada fácil, mas escolho o da Milani pela relação qualidade-preço, com cores lindas, efeito iluminado e durabilidade incrível. Já o Ambient Powder da Hourglass é "o" pó para quem gosta de uma pele glow e perfeita. Eu prefiro a versão paleta, já que é mais versátil.
  • OUTROS: Calculo que o dispositivo de limpeza facial da Foreo dispensa apresentações... Uso há mais de dois anos e já não sai da minha rotina de Beleza. Quanto à Lip Sleeping Mask da Laneige é a eleita para salvar os meus lábios da ruína, especialmente com o uso de máscara e, agora, o frio. Quanto ao creme hidratante de Cerave, já perdi a conta ao número de litros usados. Com uma textura leve e de rápida absorção, deixa a pele bem hidratada e macia e ainda tem ácido hialurónico. Ainda no corpo, a luva de esfoliação coreana foi-me recomendada pela Sofia Sukii e já não quero outra coisa... ajudou-me a acabar com os pêlos encravados e ajuda na absorção do creme. Já o perfume do ano é bem fresquinho e é o clássico Light Blue da Dolce & Gabbana.

Liliana Pedro, Jornalista

2020 foi um ano de mudanças na minha rotina de Beleza. Ao longo destes últimos 12 meses, comecei a mostrar um crescente interesse ao nível dos cuidados de pele, despontado, em grande parte, pela Miranda. À medida que fui descobrindo a importância dos cremes e máscaras, a maquilhagem veio a reboque e o cabelo não se deixou ficar no esquecimento. Dos novos produtos aos que tenho usado nesta vida, os meus favoritos de 2020 são sinónimo de Beleza.

Os meus favoritos

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Receba antes de toda a gente as melhores dicas de Beleza.

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.