Acreditamos que a maquilhagem deve ser encarada de uma forma divertida e descomplicada. Mas isso não significa que se não se possa tirar partido dela, beneficiando certas partes do nosso rosto.

"A maquilhagem pode ser a nossa melhor amiga", diz Maria Casanova. A maquilhadora acredita que no caso especificamente das peles mais maduras, as texturas e tons utilizados podem fazer a maior das diferenças. Pedimos então à makeup artist que nos reunisse uma série de truques para pôr em prática.

Evitar bases pesadas

"Uma pele envelhecida tem mais manchas devido aos anos de sol, é cada vez menos homogénea com a pigmentação da pele e obviamente com mais rugas. O primeiro objetivo de muitas mulheres é quererem tapar as rugas, mas infelizmente isso é impossível, no máximo consegue-se atenuar ligeiramente. Eu acho que conseguir um tom de pele uniforme dá muito mais um efeito jovial do que estar a tentar tapar as rugas. Portanto, tendo isto em conta, eu normalmente uso bases com textura fina e fluída com acabamento luminoso para iluminar uma pele que vai ficando mais baça."

Aplicação: menos é mais

"Quanto à aplicação, eu neste caso gosto de usar as mãos, tenho mais controlo da quantidade que ponho e espalha melhor sem deixar excesso de base nas rugas. Se usarmos bases mais pesadas vai dar o tal cakey effect e logo vai parecer muito mais velha. Neste caso less is more."

Apostar em correctores iluminadores

"Os melhor correctores são aqueles que iluminam (light reflective), pois vão iluminar várias zonas da cara que com a idade vão ficando mais sombrias. Têm uma textura bastante fina e leve. Devemos evitar colocar o produto no canto de fora do olho pois é onde temos aquelas rugas de expressão, e fazendo isso vamos acentuá-las. Se necessitar de mais cobertura nas olheiras, o ideal é misturar o light reflective concealer com outro mais opaco."

Make me blush: como aplicar blush correctamente
Make me blush: como aplicar blush correctamente
Ver artigo

Blush, blush, blush

"O blush é mesmo bastante importante em peles maduras, é sem dúvida o mais eficaz para dar um ar mais jovem. É rápido e fácil, e devolve às bochechas o corado natural que tínhamos quando éramos mais novas."

Olhos: preferir sombras mate

"Pode parecer estranho, mas há medida que vamos envelhecendo a maquilhagem de olhos é indispensável. Temos que pensar que com a idade os contornos vão desaparecendo, as pestanas vão ficando mais finas e sendo cada vez menos, e as sombracelhas idem aspas. Evitar a tudo o custo todas aquelas sombras com muitos brilhantes ou com glitter. As texturas que se quer é sombras matte ou sombras com pouco shimmer. Deve-se aplicar na cavidade da pálpebra para dar de volta o contorno dos olhos, dar definição e profundidade ao olhar."

Tornar as pestanas mais grossas

"Para as pestanas deve-se usar sempre o revirador de pestanas e optar por uma máscara com o efeito volume, que vai engrossá-las. Se não for suficiente, um truque bom é usar um lápis preto ou castanho e, em vez de fazer um eyeliner, massajar nas raízes das pestanas, dando a ilusão de pestanas ligeiramente mais grossas."

5 lápis de sobrancelhas que fazem toda a diferença
5 lápis de sobrancelhas que fazem toda a diferença
Ver artigo

Sobrancelhas: fugir dos tons escuros

"Para as sobrancelhas o mais importante é sempre a cor que se usa, evitar tons como preto mesmo tendo sobracelhas pretas pois vai ficar muito carregado e isso dá um ar mais velho. Com a idade vamos perdendo a maioria dos pêlos das sobrancelhas, então as mesmas devem ser desenhadas muito levemente usando tons castanhos acizentados e, no final, penteadas com um gel fixador."

Usar lápis de contorno de lábios

"Como os lábios ficam mais finos é indispensável usar um lápis de contorno. Não é necessário desenhar uma linha sólida pelos lábios, basta dar o efeito de lábios mais cheios onde é preciso."

Optar por batons cremosos

"As texturas dos batons querem-se cremosas. Evitar os batons matte que só vai dar o efeito de lábios mais finos e secos."

E arriscar nos tons vibrantes

"Os tons [de batons] que usamos também são importantes, tons mais vibrantes dá imediatamente mais vida à cara, por exemplo corais, rosas, vermelhos, mas atenção usar texturas finas em vez de muito opacas. Tudo que são tons mais escuros, roxos, beringelas, cor de vinho já não ficam tão bem em mulheres mais velhas, na minha opinião, a não ser que tenha uns lábios ainda bastante carnudos. O ideal é usar sempre dois tons mais vivos que o tom natural dos lábios."

Na sua rede favorita

Siga-nos no Instagram