Para quem pensa que a maquilhagem é fruto dos tempos modernos, não poderia estar mais errado. A Beleza sempre foi parte importante da cultura de cada povo e época, marcando a história dos mesmos, o que, muitas vezes, ultrapassava apenas o seu sentido estético.

#MustFollow: Raoúl Alejandre, o maquilhador que define o conceito de "estética"
#MustFollow: Raoúl Alejandre, o maquilhador que define o conceito de "estética"
Ver artigo

Aliás, vasta fazer uma pequena viagem pelo tempo para relembrar alguns desses exemplos, como o delineado da Cleópatra ou o pó de arroz e o blush de Maria Antonieta. No entanto, relembrando as maquilhagens do século XX, parecem-nos já objetos "pré-históricos", comprando com os packagings dos tempos de hoje, contudo, são autênticas obras de arte e autênticos objetos de luxo.

A página de Instagram Vulox Vanity é uma verdadeira ode a estes objetos. O seu conteúdo é inteiramente dedicado à partilha de cosméticos vintage, mostrando como era antes a máscara de pestana - uma pasta aplicada com uma escova -, o pó e o blush, batons e até perfume sólido. Maybelline, Rimmel London, Max Factor ou Revlon são algumas das marcas representadas e que existem até hoje. Um perfil que a vai querer fazer pressionar em "Seguir".

Percorra a galeria e espreite algumas das maquilhagens usadas no século XX, divulgadas pela página Vulox Vanity:

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.