Quando fui fazer botox pela primeira vez (não houve segunda vez, ainda), e enquanto decidíamos as áreas do rosto que iríamos abordar, a Dra. Mariana Alves da Clínica MEA comentou que geralmente as mulheres preferem os homens com rugas na região dos olhos e que, por isso, pode ser uma preferência não aplicar nada naquela zona. Eu estava convicto de querer atenuar qualquer esboço de linha de expressão, por isso não impus restrições. Tratámos a região da testa e também dos olhos. Mas aquele comentário continuou a matutar na minha cabeça e desde então, sempre que vejo um homem atraente, também lhe examino os olhos e procuro decifrar se o charme também lhe vem dos pés-de-galinha.
Rugas também são sinal de maturidade. Transmitem estabilidade e protecção, que afinal são determinantes na atracção física. Alguns desses homens já vêm com os pés-de-galinha bem desenhados e já não sei se primeiro sinto a atracção e só depois é que lhes vejo as rugas ou se, porque vi as rugas, veio daí a atracção.

A forma como olho para os outros homens determina muito a maneira como quero ser olhado

Por isso, penso recorrentemente se o melhor não é aceitar logo as rugas de vez e parar de bloquear o processo natural da idade. Porque afinal, confesso, até gosto de rugas. Tenho comparado o Jared Leto e o Michael Fassbender. O primeiro, 47, parece mais novo que o segundo, 42. E a aparente diferença entre os dois é de 20 anos. Um transmite frescura, jovialidade, leveza e irreverência e o outro emana responsabilidade, firmeza e equilíbrio. Ambos, na realidade, podem até nem apresentar estas características que aparentam ter, mas o que apresentam é bastante natural.

Eventualmente, um dia, o Jared Leto terá as mesmas rugas que o Michael Fassbender e quando isso acontecer estaremos espantados porque estará muito bem para os seus quase 70 anos. E vamos todos gostar daquelas rugas e achar que são naturais. E o Fassbender, como é que vai estar nessa altura? Não sabemos dos tratamentos estéticos a que se poderão ter submetido, mas também já constatei que hoje em dia os resultados destes tratamentos são bastante naturais e muito pouco invasivos.

A minha sorte é que posso observá-los de longe, à distancia de um clique, e ver se estes meus ratinhos de laboratório estão a reagir bem àquilo que me espera. Só me assusta o facto de já ter mais pés-de-galinha que o Jared Leto....

#ÁguaPelaBarba: a minha experiência com a The Ordinary e por que é perfeita para homens
#ÁguaPelaBarba: a minha experiência com a The Ordinary e por que é perfeita para homens
Ver artigo

Vou ser ponderado e apostar em ter uma atitude madura e sábia perante a vida: vou adiar esta vontade de querer já as rugas para me sentir mais atraente e vou deixar que venham quando tiverem de vir. Lá para os 70 está óptimo. Não é Jared?

Bruno Reis, colaborador da Miranda, é o fundador e director criativo da Teeorema, marca de luxo de t-shirts.

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda