As dores musculares aparecem depois de praticarmos exercício físico de forma intensa - e de uma forma a que o nosso corpo não está habituado. Mudanças na rotina de treino, o estímulo de músculos menos desenvolvidos ou o retomar / iniciar da prática de exercício físico são algumas das causas na base destas dores.
Por essa razão, é habitual acharmos que as dores musculares são um bom sinal, e há até quem defenda que as mesmas são o resultado de um bom treino. Mas será efectivamente mesmo assim ou, pelo contrário, é importante tentarmos evitar aquele estado de desconforto, e que em muitos casos afecta as mais simples actividades diárias - como, por exemplo, subir e descer escadas?

Dores Musculares Pós Exercício - ou DOMS (Delayed Onset Muscle Soreness) - é um mecanismo definido como uma reacção do sistema neuro-muscular aquando da aplicação de uma determinada intensidade / carga de treino, provocando micro lesões nas fibras musculares, o que dá início a um processo inflamatório. Estas dores surgem algumas horas após o exercício fisico e vão aumentado progressivamente, podendo durar alguns dias, dependendo do tipo e intensidade do exercício.
Muitas pessoas associam as dores musculares ao lactato produzido durante o exercício físico, substância que atingindo concentrações máximas impede a realização de mais esforços. No entanto, sabe-se hoje que o mesmo volta aos seus valores normais 1 a 2 horas a após o término do treino, como tal não podemos associar as dores musculares à acumulação de lactato.
Mas, atenção, este é um processo desejável, desde que moderado. Não devemos evitar este mecanismo, porque sem ele não existe um desenvolvimento dos músculos, no entanto devemos impedir ao máximo que aquele estado 'incapacitante' se apodere do nosso corpo :)

#BoaForma: é possível transformar massa gorda em massa muscular?
#BoaForma: é possível transformar massa gorda em massa muscular?
Ver artigo

Como conseguir controlar e moderar este processo - Devemos começar pelo planeamento. Um treino com um volume e uma intensidade adequada à nossa capacidade física, promovendo a posteriori um aumento gradual da carga é o primeiro passo. Lembrem-se, devemos desafiar o nosso corpo, não destruí-lo! Após o treino devemos pensar em recuperar, e há formas muito simples de promover essa recuperação. Basta beber muita água, alimentarmo-nos com qualidade e ter uma bela noite de sono. Simples e eficaz!

Ricardo Gomes, 31 anos, é Personal Trainer, Formador na Área de Exercício e Saúde e CEO da CHASE Training Academy.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.