No verão de 1982, quando trabalhava numa colheita de milho, foi descoberta por um fotógrafo. Desde então, o caminho de modelo fez-me nas passarelas das grandes casas de moda. De Versace a Chanel, Cindy Crawford conquistou os holofotes e tornou-se numa verdadeira supermodelo. No que toca às revistas, já fez mais de 400 capas em todo o mundo, sendo que a mais popular é a sensual e controversa capa da Vanity Fair, em 1993, ao lado da cantora lésbica KD Lang. Depois de ter sido a primeira supermodelo a pousar para a revista masculina Playboy, em 1988, tornou-se apresentadora do programa de moda “House of Style”, no canal televisivo MTV. Para além da carreira de modelo e apresentadora, também já marcou presença no cinema, com o filme “Fair Game”.

A febre das supermodelos e os looks de Beleza que se tornaram em verdadeiras tendências
A febre das supermodelos e os looks de Beleza que se tornaram em verdadeiras tendências
Ver artigo

No início da carreira de modelo, o sinal que tem na parte superior do lábio, a sua grande imagem de marca, chegou a ser alvo de controvérsia, tendo-lhe sido, várias vezes, recomendado a ser retirado por intermédio de uma cirurgia. Conhecida como uma das supermodelos e mulheres mais bonitas do mundo, Cindy usou a sua Beleza para se lançar no meio empresarial. Da série de videocassetes de fitness ao livro de maquilhagem, "Basic Face: A Makeup Workbook”, hoje é fundadora e CEO da marca de cuidados de pele Meaningful Beauty. Ainda na Beleza, os seus visuais desafiam a naturalidade e o estilo clássico, sendo que o que nunca falta são as sobrancelhas bem delineadas, assim como o batom mude e a máscara de pestanas.

55 anos de Cindy Crawford celebrados com os seus melhores looks de Beleza.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Receba antes de toda a gente as melhores dicas de Beleza.

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.