Quando começamos a fazer a transição dos produtos descartáveis para reutilizáveis, um dos argumentos que mais ouvimos é: “Mas lavar o reutilizável não vai ser pior para o ambiente do que usar o descartável?”. Se é verdade que em muitos casos – nas fraldas, por exemplo – a resposta não é óbvia e depende de muitos fatores (ler ESTE artigo, caso queira tirar algumas dúvidas), também é verdade que existem produtos em que a questão não se coloca. É o caso dos discos desmaquilhantes. Vejamos então:

  • Tanto os descartáveis como os reutilizáveis são feitos de algodão, pelo que a matéria-prima é a mesma – os reutilizáveis terão certamente mais algodão, já que são mais densos (mais pesados) e não contêm fibras sintéticas misturadas, como acontece nalguns discos descartáveis.
  • Os discos desmaquilhantes descartáveis não podem sequer ser reciclados, pelo que não existe nenhuma valorização possível para os mesmos após o uso. Quando são encaminhados para aterro ou incineração, apenas pode ser extraído biogás, como acontece com este tipo de resíduos.
  • Por último, os discos desmaquilhantes são muito pequenos, pelo que, para os lavar, não será necessário realizar lavagens “extra” na máquina. Cabem em qualquer máquina de roupa, pelo que não implicam consumos de água e energia para além dos habituais.

Assim, na hora de nos desmaquilharmos, podemos de facto fazer a diferença a nível ambiental, ao escolhermos não utilizar discos descartáveis e ainda ao optarmos por produtos de limpeza que não sejam líquidos – já que é menos eficiente transportar um produto líquido do que um sólido – e com o mínimo de embalamento necessário. Tendo sempre em atenção que, na indústria da cosmética, muitas vezes o embalamento é necessário para garantir a correta preservação dos ingredientes. Na prática, vamos precisar sempre de um produto de limpeza e de um utensílio de ação mecânica – que, no limite, até podem ser as mãos!

Ficam então algumas sugestões para substituir os discos descartáveis:

SABONETE

Tão simples mas tão eficaz. Se a maquilhagem for leve, podemos simplesmente lavar bem o rosto com água e sabão suave, mas bem hidratante, já que o sabonete pode secar mais a pele.

  1. Sabonete Lipikar Surgras, La Roche Posay
  2. Sabonete Pain de Toilette, Sisley
  3. Sabonete Pore Intensive Nourishing Soap, Caolion na Sephora
  4. Sabonete de Manteiga de Karité, Friendlÿ Soap na Mind The Trash
  5. Disco de limpeza facial sólido, Lush
DISCOS REUTILIZÁVEIS

Se gostarmos da ação mecânica do disco desmaquilhante – e não apenas de lavar com as mãos – podemos utilizar vários tipos. Desde discos de crochet (que até podemos fazer em casa, sugiro uma linha com alguma cachemira, para maior suavidade), até discos de tecido turco ou mesmo uma esponja Konjac.

  1. Lamazuna – kit sabonete + 5 toalhitas
  2. Esponja Konjac
  3. Discos 2 em 1, Mind The Trash
  4. Discos de crochet – como fazer
TOALHITAS REUTILIZÁVEIS

São uma novidade no mercado e, acredito, uma que veio para transformar este universo dos desmaquilhantes, já que incluem o produto desmaquilhante inserido no turco. Tornam-se ainda mais práticas de utilizar do que os discos descartáveis em conjunto com um desmaquilhante, podem durar até cinco anos (dependendo das marcas) e, a longo prazo, são mais amigas da carteira, já que por menos de 20 euros temos produtos desmaquilhantes para cinco anos. Só vantagens!

  1. sete discos de limpeza reutilizáveis, Make Up Eraser na Sephora
  2. kit de toalhas desmaquilhantes para rosto, Make Up Eraser na Sephora
  3. kit de 7 dias toalhas de limpeza reutilizáveis, Make Up Eraser na Sephora
  4. toalhitas de limpeza reutilizáveis, Apoem
MANTEIGAS OU ÓLEOS

Para tirar maquilhagem mais resistente, sem repuxar a pele, os óleos são uma excelente opção. A sugestão é serem, de preferência, produtos sólidos ou comprados a granel.

  1. Bálsamo de limpeza, The Body Shop
  2. Óleo de Argão ou de Amêndoas Doces, UniiBio (venda a granel, na loja de Alvalade ou na Maria Granel)
  3. Óleo facial sólido de Argão, Lush
  4. Barra sólida de limpeza e massagem, Lush

É simples sermos um bocadinho mais sustentáveis nas nossas rotinas de Beleza, ao utilizarmos produtos que já se encontram nas lojas que conhecemos e que não fazem disparar a conta bancária. Depende de nós fazer a diferença, ao optarmos por produtos mais amigos do ambiente e... ao não deixarmos a água a correr enquanto lavamos o rosto!

Catarina Barreiros formou-se em Arquitetura, foi stylist de moda, tirou um Mestrado em Gestão, trabalhou em Marketing Digital e, no meio de voltas e contravoltas, descobriu na sustentabilidade a base da sua vida, primeiro privada e depois profissional. No projeto "Do Zero", explora a temática a fundo e encontra respostas para perguntas que não sabia existirem... será que precisamos mesmo de usar papel higiénico?

Newsletter

O seu ritual de Beleza tem mais um passo: assine a newsletter Miranda e receba as novidades da cosmética e artigos dos nossos #RealFluencers no seu email.

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda