A Beleza vai muito além daquilo que os outros vêem: começa na forma como nos sentimos. E nem sempre está relacionado apenas com a nossa pele ou cabelo, também o sorriso e o que o envolve é fundamental para nos sentirmos bem, confiantes e bonitas. O mau hálito pode arruinar isso mesmo, causando desconforto e pouca auto-estima. Engane-se se pensa que este se prende apenas com má higiene oral, pois existem outros fatores que podem contribuir para esta verdadeira dor de cabeça. Para pôr um ponto final ao mau hálito, a Miranda traz-lhe as dicas de Manuela Castro, Higienista Oral na Malo Clinic Porto
“As causas para mau hálito poderão estar relacionadas com uma higiene oral pouco eficaz, levando à proliferação das bactérias na cavidade oral, que provocam o odor desagradável. Contudo, outros fatores podem contribuir para a halitose, como a xerostomia (diminuição da saliva ao longo do dia), o tipo de alimentação, longos períodos sem comer, o tabagismo, o excesso de álcool, doenças sistémicas e, ainda, problemas relacionados com o sistema digestivo”, explica a profissional. Embora todos já tenham experienciado um episódio de mau hálito, se se tornar um cenário persistente no dia-a-dia, Manuela Castro aconselha a que consulte um profissional.

Cinco dicas para acabar com o mau hálito:

  1. Escovar os dentes frequentemente, sem esquecer a língua. É essencial escovar os dentes com uma pasta fluoretada, pelo menos duas vezes ao dia, e utilizar fio dentário diariamente; em alguns casos, pode ser indicado o uso de um elixir sem álcool. Contudo, a língua é uma das zonas que mais acumula bactérias e não pode ficar de fora da rotina de higiene oral, pelo que se deve usar um raspador de língua.
  2. Ter hábitos alimentares saudáveis. É comum pensar que apenas alimentos com um sabor mais forte, como o alho ou a cebola, poderão ser causadores de maus odores. Contudo, alimentos ácidos, refrigerantes, café, lacticínios, entre outros, também contribuem para o desenvolvimento da halitose.
  3. Manter a boca humedecida: uma vez que a saliva ajuda a manter a boca higienizada, aquando da sua diminuição a proliferação de bactérias é maior e, consequentemente, o mau hálito poderá surgir. Assim, beber muita água ao longo do dia ajuda a estimular a produção de saliva e a manter a boca húmida.
  4. Evitar o tabaco e bebidas alcoólicas. Não só são responsáveis por deteriorar a nossa saúde, como contribuem para a alteração dos tecidos da boca e para a diminuição da produção de saliva, sendo agentes causadores de mau hálito.
  5. Não ficar mais de três horas sem comer. O ideal é comer a cada três horas, pois a ingestão não só estimula a produção de saliva, como evita que o organismo, se estiver em jejum há demasiado tempo, comece a queimar gordura e a produzir ácidos, que automaticamente se transformam em mau hálito.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.