A ascensão de James Charles à realeza youtubiana foi um verdadeiro fenómeno do século XXI: com a ajuda de um telemóvel, acesso à internet e a amizade das pessoas certas, um adolescente americano com paixão pela maquilhagem tornou-se, em menos de três anos, uma das figuras mais adoradas pela comunidade online de Beleza. Que o digam os dezasseis milhões de "sisters" que, até há poucos dias, seguiam com atenção cada tutorial de maquilhagem que Charles, agora com dezanove anos, partilhava no seu canal do Youtube.

Quem esteve lá desde o início a aplaudir cada passo foi Tati Westbrook, a youtuber de Beleza de 37 anos que partilha vídeos na plataforma desde 2011. Conhecida pelas suas opiniões sinceras sobre produtos de cosmética, Tati é hoje uma das influencers mais respeitadas do seu ramo, tendo criado em 2018 a sua própria marca de suplementos para a pele e o cabelo, Halo Beauty.

Foi no início da sua carreira que James Charles contactou Tati Westbrook, dizendo-lhe que o seu trabalho no Youtube o tinha inspirado a seguir o mesmo percurso. À medida que foram ficando mais próximos, Tati acabou por tornar-se uma figura materna e uma mentora para James, promovendo o trabalho do influencer no seu próprio canal e ajudando-o a lidar com contratos e colaborações com marcas. Quando Tati casou em 2017, foi James que a maquilhou.

22 de Abril: Como tudo começou

Como tantas outras histórias, também esta começou no Coachella. James Charles partilhou umas stories no Instagram em que promovia a Sugar Bear Hair, uma marca popular de vitaminas para o cabelo e uma grande concorrente da marca de Tati Westbrook, Halo Beauty. James disse que representantes da marca o tinham ajudado com a segurança no festival, e que portanto queria agradecer a simpatia e aproveitar para promover os produtos da mesma.

O drama pré-Tati

É importante mencionar também que, antes do drama com Tati, James Charles estava já envolvido numa revolta começada pelas próprias fãs, que ficaram indignadas com os preços excessivos que o youtuber estava a cobrar pelos bilhetes para a sua Sisters Tour pelos Estados Unidos, ainda a decorrer. Neste vídeo, uma fã explica que o público está "a ser enganado por estes youtubers, que acham que é ok cobrar um balúrdio a quem vem ouvi-los cantar (James gosta de cantar e faz covers esporádicas no seu canal do youtube) num palco sem qualquer tipo de produção". Portanto, mesmo antes de todo o escândalo com Tati, Charles estava já com um outro drama a decorrer.

Na altura, isto não caiu bem a Tati, que pouco depois partilhou a sua própria story, a chorar, dizendo que se sentia "perdida" e "traída" por alguém. A internet rapidamente deduziu que se tratava de James Charles, que até à data nunca tinha promovido a marca da amiga porque acreditava que não era correcto promover suplementos alimentares a um público tão jovem como o seu. Foi precisamente isso que fez ao promover a Sugar Bear Hair, e Tati terá ficado magoada.

Depois das stories de Tati Westbrook, James pediu desculpa à youtuber numa outra story. "Ela tem sido como uma mãe para mim desde os meus primeiros dias nesta indústria e deu-me mais amor, conselhos, apoio e recursos que alguma vez poderia pedir. Estou devastado por ter magoado alguém que adoro verdadeiramente e por quem tenho imenso respeito", escreveu Charles, que explicou que apenas tinha promovido a Sugar Bear Hair pela ajuda que lhe tinham dado com a segurança no festival. O influencer acrescentou que não tinha aceite qualquer dinheiro pelo post.

A queda de James Charles: tudo sobre o escândalo que invadiu a comunidade de Beleza
Instagram @jamescharles

4 de Maio: Gabriel Zamora envolve-se no drama

O mundo tinha sido deixado a adivinhar se Tati e James iriam resolver as coisas em privado ou se o drama ainda não tinha terminado, quando Gabriel Zamora, outro youtuber de Beleza, decidiu dar a sua opinião sobre o assunto neste vídeo.

A queda de James Charles: tudo sobre o escândalo que invadiu a comunidade de Beleza

Enquanto se maquilhava, Gabriel falou sobre o que se passava entre Tati e James, de quem é amigo, defendendo que qualquer youtuber tem o direito de promover diferentes marcas. "Todos estes vídeos estão a ser feitos em que as pessoas dão a entender que o James é esta pessoa horrível, e eu estou confuso com o que aconteceu. Ah tem a ver com "lealdade". É uma questão de "lealdade". Para mim, parece-me que alguém simplesmente publicou instagram stories. E alguém chorou. Estou confuso, porque tipo, o que é que o James fez? Bem, a Sugar Bear Hair estava cá antes da marca dela. O rapaz agora é exclusivo à marca dela? Miúda, senta-te e faz um vídeo onde falas do assunto, então", desafiou Zamora.

10 de Maio: Tati publica o vídeo que mudaria tudo

Quando já pensávamos que o escândalo tinha terminado longe das câmaras, Tati Westbrook publicou um vídeo de 40 minutos com o título "bye sister", onde explica a natureza da sua relação com James e as razões pelas quais está zangada e de relações cortadas com ele.

A queda de James Charles: tudo sobre o escândalo que invadiu a comunidade de Beleza

Para quem não quer ver o vídeo inteiro, aqui estão as principais ideias que a youtuber quis transmitir:

A família de Tati ajudou Charles em termos profissionais

Tati e o seu marido investiram muito na carreira de James, que tentaram ajudar desde o início. Segundo a youtuber, James vinha muitas vezes a casa dela para que juntos avaliassem contratos, de forma a que Charles tomasse as melhores decisões. Embora Tati nunca lhe tenha pedido nada em troca, a youtuber deu a entender que a carreira do influencer existe em parte graças a ela, que a certa altura lhe terá conseguido um contrato de vários milhões de dólares. "A minha relação com o James Charles não é transacional. Nunca lhe pedi um cêntimo."

Gabriel Zamora e Tati Westbrook não são amigos, nem inimigos

Tati não conhece Gabriel Zamora, ou pelo menos não muito bem. No entanto, foi o vídeo dele que a incentivou a fazer este, uma vez que se tornou impossível resolver as coisas longe das câmaras e esta seria a única forma de se certificar de que a sua mensagem não seria distorcida. Embora a relação entre Tati e Gabriel seja inexistente, a youtuber deixou claro que não gostou da mensagem que o influencer passou sobre ela no vídeo que fez.

Sobre a Sugar Bear Hair

Segundo Tati, James não a avisou de que iria publicar aquelas stories, algo que ela esperava que ele fizesse. "Já tivemos muitas conversas sobre outros influencers que promoveram a marca e sobre como ele não gostava da Sugar Bear enquanto me dizia que estava do meu lado tipo Tati, estou aqui, podes contar comigo. Irei apoiar-te. Tens a minha lealdade. A razão pela qual ele sempre disse que não podia promover a minha marca no canal dele era porque tinha uma audiência muito jovem e seria muito pouco apropriado", algo que não terá tido em consideração quando decidiu promover a Sugar Bear Hair.

A youtuber acrescentou ainda que a colaboração com a marca de suplementos não podia ter sido fruto de um encontro casual. "Nenhuma empresa levaria consigo passes extra, que custam centenas de dólares cada um, só por acaso. Isso leva-me a acreditar que isto foi orquestrado de antemão e isso é um conflito de interesses, por promessas que ele me fez pessoalmente. Por isso é que ele teve de inventar outra história".

Acredita que James só se preocupa com a reputação

A youtuber garante que James nunca esteve realmente arrependido, e que foi tudo uma questão de manter a reputação. Depois de ter publicado a story a pedir desculpa, tornou-se desesperado e manipulador. "Tornou-se cada vez mais exigente. Eu não sei lidar com alguém que me diz que tenho de aceitar um pedido de desculpas nos seus termos para resolver os seus problemas. Quando não sentes qualquer tipo de emoção pela pessoa que se importa tanto contigo e só te preocupas com a tua imagem - eu não estou ok com isso."

A maior acusação de todas

Caiu como uma bomba e é, neste momento, a alegação que continua a alimentar o escândalo: segundo Tati, uma das razões pelas quais ela quer afastar-se de James é porque ele tem uma obsessão por homens heterossexuais, que tenta seduzir e coagir. "Meu Deus, tu tentaste enganar um homem heterossexual e fazê-lo acreditar que era gay, outra vez. E de alguma forma, tu és a vítima. É mesmo nojento que manipules a sexualidade de alguém, especialmente quando ainda estão a crescer e não têm tudo resolvido." Tati acrescentou que James tem o hábito de usar a sua fama e dinheiro para ameaçar, envergonhar e arruinar homens que não respondam aos seus avanços. Num jantar de aniversário de Tati, James tentou seduzir um empregado de mesa heterossexual. Quando alguém lhe chamou a atenção para isso, Charles disse "não faz mal. Eu sou uma celebridade".

Se quisermos ser justos com James Charles, o youtuber nunca se esforçou para esconder este comportamento. Já tinha mencionado em vários vídeos a sua obsessão por rapazes heterossexuais, porque seduzi-los representava algum tipo de desafio. Há um vídeo, em que Shane Dawson e Ryland Adams o maquilhagem, em que James pede conselhos amorosos aos amigos, ao que Shane responde que "não me parece que vás ter qualquer problema em arranjar namorados porque és jovem, bem-sucedido e atraente. Talvez devas parar de procurar entre os homens heterossexuais".

10 de Maio: A resposta de James Charles

A esta altura, o vídeo de Tati bombava no youtube enquanto James começava, lentamente, a perder seguidores na plataforma. Horas depois, o youtuber decidiu publicar um vídeo em resposta a Westbrook, em que lhe pedia desculpa, embora não quisesse explicar a questão da Sugar Bear Hair em detalhe porque "não importava".

A queda de James Charles: tudo sobre o escândalo que invadiu a comunidade de Beleza

Quanto às suas relações com homens heterossexuais, James disse que "falei muito de rapazes nas minhas redes sociais, e é um assunto que preferia não ter discutido. Estive envolvido em muitas situações estranhas e únicas que deixaram as pessoas confusas e zangadas, e aprendi da forma mais difícil quais são os rapazes em que estou interessado e aqueles com os quais não devia falar."

O vídeo de Tati, que tinha estado nos destaques do Youtube nas últimas horas, foi subitamente removido para dar lugar ao de James Charles. Muitas pessoas alegam que isto foi uma tentativa que o Youtube fez de ajudar o influencer, que é amigo da CEO da plataforma e foi o único a ser convidado pelo Youtube para a MET Gala.

O testemunho do empregado de mesa

É verdade - o empregado de mesa que James seduziu no jantar de aniversário de Tati decidiu também fazer o seu próprio vídeo, onde explica tudo o que aconteceu entre ele e o youtuber. O rapaz, que é agora conhecido como "Seattle Boy", explica que, disposto a explorar a sua sexualidade, decidiu envolver-se com James Charles embora tivesse quase a certeza de que era heterossexual. Dias depois enviou-lhe uma mensagem, a explicar a situação. "Eu estava quase a fazer anos e ele disse que me pagava o voo para Los Angeles para estar com ele. Eu disse-lhe que tinha a certeza de que era heterossexual, mas que se quisesse pagar-me na mesma o voo para estarmos juntos como amigos, estaria disposto a ir. Ele disse-me que eu não era heterossexual independentemente da quantidade de vezes que repetisse isso a mim mesmo, e que estava atraído por ele."

A queda de James Charles: tudo sobre o escândalo que invadiu a comunidade de Beleza

Outro rapaz que James Charles tentou alegadamente coagir foi Gage, que falou sobre o assunto neste vídeo. Desde então, várias pessoas deram testemunhos diferentes; vários homens heterossexuais mostraram printscreens do perfil de James Charles no Tinder, que lhes terá aparecido no feed embora estivessem apenas interessados em conhecer mulheres, porque o youtuber colocou o seu perfil na categoria feminina.

Como a comunidade virou as costas a James Charles

Desde então o youtuber viu, subitamente, muitos amigos influencers e seguidores a abandonarem-no. Jeffree Star, Tana Mongeau e Shane Dawson são alguns dos youtubers que mostraram estar do lado de Tati Westbrook, e celebridades como Kylie Jenner, Kim Kardashian, Demi Lovato, Miley Cyrus, Katy Perry e Shawn Mendes deixaram entretanto de segui-lo nas redes sociais. Do seu lado, mantém influencers como Gabriel Zamora e Nikita Dragun.

Em termos de seguidores, James Charles contava com 16 milhões de fãs no youtube, mas o número já desceu para os 13 milhões, uma descida súbita que bate recordes. Tati, que tinha 5 milhões, está agora nos 10 milhões.

O que aí vem

É impossível dizer se a carreira de James Charles está #cancelled, ou se toda a publicidade é boa publicidade, e o influencer conseguirá sobreviver àquele que é, provavelmente, o maior escândalo que o youtube viu desde o episódio infeliz de Logan Paul. Desde então que James se tem mantido afastado do instagram e do youtube, mas muita tinta continua a ser derramada sobre o assunto na sua ausência.

Conclusões

Este escândalo serviu para mostrar ao público que, mais do que nunca, o sucesso das celebridades da Internet está dependente da nossa vontade de dar "follow", de assistir a determinado a vídeo, e de comprar os produtos que nos querem vender. James Charles é a prova de que um escândalo pode arruinar uma carreira, se os seguidores assim o desejarem; e se até agora a linha que separava as celebridades mais tradicionais das celebridades da Internet estava bem definida, no último mês o caso mudou (e muito) de figura. Qualquer pessoa com uma audiência, trate-se de Beyoncé ou de James Charles, tem uma responsabilidade, e uma imagem a manter, às quais não pode fugir.

Outro ponto que é importante mencionar é que, independentemente da nossa vontade de continuar a seguir ou de parar de seguir James Charles (que deve ser respeitada), a Internet está neste momento a arruinar a carreira (e a ameaçar seriamente a saúde mental) de um jovem de dezanove anos. A forma drástica com que este drama escalou leva-nos a questionar até que ponto devemos martirizar alguém que, no final do dia, comete erros como qualquer outra pessoa. Não bastará dar um unfollow e seguir em frente? E face a estes escândalos sexuais, não terá James que lidar já com as autoridades e com as vítimas, se assim for necessário?

Toda a história nos obriga a reflectir sobre os valores que queremos representar enquanto comunidade, e a desumanização que as pessoas que seguimos, com vidas cada vez mais diferentes das nossas, têm vindo a sofrer. O caso James Charles leva-nos a questionar não só o carácter do youtuber, mas também o de toda a Internet.

Update

16 de Maio: Tati publica novo vídeo

A queda de James Charles: tudo sobre o escândalo que invadiu a comunidade de Beleza

Depois de James Charles ter sido fotografado por paparazzi no aeroporto, algo que muitas pessoas acreditam ter sido um acontecimento planeado, Tati Westbrook publicou um novo vídeo no seu canal do Youtube. Tati tinha dito aos fãs que estaria de volta com o conteúdo habitual no final desta semana, mas neste novo vídeo explicou que ainda não estava de regresso, e que teria de tirar algum tempo longe das redes sociais. A youtuber disse que o vídeo que fez sobre James tinha como principal objectivo alertá-lo, mas que não esperava que a reacção da Internet fosse tão drástica. "Se pudesse devolver-lhe os subscritores e o sucesso, devolvia", desabafou Westbrook, que se sente culpada pelo enorme backlash que James Charles tem sofrido desde então. Tati pediu que o ódio acabasse e, deixando claro que ainda assim não tinha intenções de voltar a ser amiga do influencer, anunciou que ia tirar um tempo para recarregar energias.

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda