Há colaborações e colaborações. Algumas são previsíveis, outras nem tanto. E depois existem outras colaborações que, apesar de prováveis, conseguem ser surpreendentes no momento em que são oficializadas e começam a ganhar forma. Essas, geralmente, são as melhores. Não podemos dizer que tenhamos sido totalmente apanhadas de surpresa quando a colaboração entre a Acqua di Parma e o fotógrafo Maurizio Galimberti foi anunciada — afinal, estamos a falar de uma marca italiana centenária e de um renomado fotógrafo nascido em Itália —, mas esta união, este match made in heaven, ainda não nos havia passado pela cabeça. Curioso, visto que Maurizio Galimberti também ficou espantado quando soube que a Acqua di Parma tencionava convidá-lo para fotografar a campanha da coleção de fragrâncias Signatures of the Sun. "Sem dúvida que fiquei bastante perplexo, porque fotografar um produto como um perfume não é fácil. Ainda por cima, com uma máquina fotográfica de €150", revela o fotógrafo, quando nos sentamos para conversar com ele momentos antes da apresentação dos novos aromas da marca, em Lisboa. "Devo dizer que também fiquei bastante fascinado por poder apresentar um trabalho com um nome italiano como a Acqua di Parma. Quando me ligaram para entrar neste projeto fiquei muito entusiasmado."

Referência incontornável no universo da perfumaria italiana, a Acqua di Parma decidiu lançar a Maurizio Galimberti — também ele um profissional sobejamente conhecido quando falamos de fotografia instantânea — um desafio claro: contar, através da imagem, a história da coleção Signatures of the Sun e das dez fragrâncias unissexo que a compõem. A avaliar pelos mosaicos propositadamente dispersos e deliberadamente imperfeitos de Galimberti, que transmitem a ideia de uma epifania olfativa tão sedutora quando intrigante, é seguro dizer que o desafio foi superado com distinção. "Temos aqui uma fotografia verdadeira, com cenografias muito simples, mas ao mesmo tempo eficazes, que foram estudadas através de um trabalho de equipa", conta o fotógrafo, que trabalhou ao lado de uma "stylist incrível" para compor os backgrounds que, apesar de muito simplistas, enaltecem todos estes aromas.

As histórias dos novos aromas da Acqua di Parma são contadas através da lente do fotógrafo Maurizio Galimberti
Osmanthus Eau de Parfum créditos: © Maurizio Galimberti

Ingredientes como as vagens de baunilha, as flores de camélia e as resinas ajudaram a montar esta narrativa fotográfica e a ilustrar a essência de cada eau de parfum. "Utilizámos elementos naturais através do quais nascem as fragrâncias", explica o fotógrafo, que teve a oportunidade de conhecer de perto estes aromas antes mesmo de colocar a sua pequena FujiFilm instantânea a trabalhar. "Lembro-me que na altura me enviaram todos os perfumes, para poder cheirá-los, para poder estar apto para contar uma história ligada a cada aroma. Mas isto é muito típico dos italianos: quando fazemos algo, entramos em contato com o produto de todas as formas."

O resultado é uma campanha fotográfica multifacetada que espelha a linguagem criativa do fotógrafo italiano ao assentar em imagens fragmentadas, capazes de reproduzir a sensação de uma descoberta olfativa. São imagens carregadas de ritmo, que convocam uma dança visual e que, naturalmente, convidam os nossos olhos a dançar pelas diversas fotografias que formam a big picture. São também imagens onde a luz — a fazer lembrar o esplendor do sol italiano — prevalece. "Há sempre uma vontade de brincar, de ser suave no que faço, de acompanhar tudo com poesia”, resume Galimberti.

As histórias dos novos aromas da Acqua di Parma são contadas através da lente do fotógrafo Maurizio Galimberti
Vaniglia Eau de Parfum créditos: © Maurizio Galimberti

A coleção Signatures of the Sun

Contam-se pelos dedos de duas mãos as fragrâncias que, atualmente, compõem a coleção Signatures of the Sun. Dos dez perfumes, cinco têm aromas mais quentes e opulentos, razão pela qual estão envolvidos em frascos negros: falamos de Sandalo, Quercia, Ambra, Leather e Vaniglia, o "preferido" de Maurizio Galimberti. As restantes fragrâncias, recém lançadas em Portugal, estão dotadas de aromas mais cítricos, mais frescos, e encontram-se encapsuladas em frascos transparentes: são elas Yuzu, Osmanthus, Camelia e Sakura.

Cada fragrância toma o nome do seu ingrediente-chave e possui um acorde olfativo próprio. A Osmanthus, por exemplo, é uma fragrância que surge daquela que é conhecida na China como a "flor da felicidade" e que produz um aroma envolvente. Além desta flor, contém notas de neroli, clementina verde, peónia, almíscar vegetal, patchouli e pimenta rosa. Também a Sakura surge de uma flor — a da cerejeira — e está dotada de um aroma floral e vibrante. Combina notas de bergamota, pimenta rosa, jasmim e almíscar. Já a Oud, a primeira fragrância da coleção Signatures of the Sun a ser lançada, tem uma base amadeirada e intensa. Nela constam notas de pau-de-águila, laranja, bergamota, coentro, sândalo, almíscar e patchouli. Todavia, na base de todas as fragrâncias desta coleção está a colónia original da Acqua di Parma, lançada em 1916.

As histórias dos novos aromas da Acqua di Parma são contadas através da lente do fotógrafo Maurizio Galimberti
Yuzu Eau de Parfum créditos: © Maurizio Galimberti

"Amor. Leveza. Suavidade. E paz. Estes perfumes transmitem-me estas sensações", confessa Maurizio Galimberti, para quem a colaboração com a Acqua di Parma foi bastante enriquecedora. "Aprendi que cada perfume tem a sua história. Que por detrás de cada fragrância há uma história e é apaixonante ver como é que a partir de certos elementos da Natureza conseguimos obter estes perfumes."

Descubra, abaixo, todas as fragrâncias que compõem a coleção Signatures of the Sun, disponíveis nos tamanhos de 20 ml (€86,90), 100 ml (€199,40) e 180 ml (€250,50).

Newsletter

O seu ritual de Beleza tem mais um passo: assine a newsletter Miranda e receba as novidades da cosmética e artigos dos nossos #RealFluencers no seu email.

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda