Fundada em 2008 por Luís Miguel Pereira, a 100ml tem vindo a fazer um trabalho notável na afirmação da perfumaria portuguesa, lançando diversas marcas e produtos como A Barbearia do Bairro, com várias linhas como Chiado ou Príncipe Real - dedicada a satisfazer as necessidades de cuidados com a barba, pele e beleza masculina -, Aldeia da Roupa Branca, com produtos perfumados para cuidar da roupa ou, mais recentemente, na comemoração dos primeiro dez anos de vida, a Descobrimentos Olfactivos Portugueses, uma linha de seis deliciosos sabonetes que evocam seis viagens importantes dos Descobrimentos Portugueses. Embarque comigo nesta viagem olfactiva e descubra as cores, texturas e aromas que mais lhe agradam, para uma experiência mais envolvente e especial no seu banho.

Ceuta

#OPerfumista: os Descobrimentos num sabonete

O primeiro salto para os Descobrimentos Portugueses foi em 1415. Ceuta era o lado de lá do desconhecido, exótico e misterioso. Por ali tinha ficado um Rei de Portugal, morto em batalha e pouco se sabia do que por lá se passava. Culturalmente muito diferente do nosso país, Ceuta despertava essa vontade da descoberta e o contacto com as especiarias que se encontravam nos mercados labirínticos, tal como o couro, tão utilizado no vestuário, acessórios e mobiliário. O sabonete Ceuta tem um aroma que realça esse ambiente olfactivo, apresentando-se com notas cítricas com destaque especial para a toranja, magnética e divertida, aliada a um açafrão misterioso e sedutor.

Ilha da Madeira

#OPerfumista: os Descobrimentos num sabonete

Um ano após a descoberta da deserta Ilha do Porto Santo, a primeira Ilha por que os portugueses se deixaram verdadeiramente seduzir foi a Ilha da Madeira, em 1419. Dizem os relatos que era coberta por uma floresta verdejante de Laurissilva que aos poucos foi sendo substituída por diferentes espécies endémicas e, também, plantas trazidas de outras paragens pelos colonos. Neste sabonete, Ilha da Madeira, evocam-se as madeiras e as flores que crescem sem pedir licença e que tão especialmente caracterizam este pedaço de terra.

Tormentas

#OPerfumista: os Descobrimentos num sabonete

Para lá do Cabo das Tormentas ninguém passava. Mar tempestuoso e impiedoso desafiou os mais bravos portugueses a enfrentá-lo e, em 1488, a Armada Portuguesa venceu a tempestade, muitas vezes representada pelo monstro Adamastor, e novos horizontes se abriram ao Mundo. Hoje, o Cabo da Boa Esperança, sinal vivo da sagacidade e determinação dos marinheiros portugueses, faz parte desta coleção com um aroma marinho, fresco e aromático numa alusão à frescura do mar revolto, envolvente e masculino.

Índia

#OPerfumista: os Descobrimentos num sabonete

Depois de passadas as Tormentas, a ambição era clara: estabelecer uma rota comercial marítima com a Índia. Dez anos depois, em 1498, o sonho tornou-se realidade e os Portugueses alcançaram este feito, comandados por Vasco da Gama. O caminho marítimo para a Índia permitiu o acesso às ambicionadas especiarias e a todo um novo universo aromático que neste sabonete, Índia, se funde num aroma sedutor e especial, em que se destacam uma nota floral subtil do jasmim e da rosa, acompanhadas pelo âmbar e uma mescla de especiarias aromáticas que nos transportam de imediato para aquelas paragens, que nos magnetizam e convidam a ficar.

Brasil

#OPerfumista: os Descobrimentos num sabonete

A ambição não se esgotara na descoberta do caminho marítimo para a Índia, os portugueses queriam conquistar o Mundo. E assim se lançaram ao Atlântico e ao desconhecido, entregues à sua sorte e às correntes de um mar que nunca antes tinham navegado. Dos muitos frutos, plantas e espécies que aí descobrimos e demos a conhecer ao mundo, a manga foi uma das frutas que mais espanto provocou. Tropical, doce, simpática e atrevida, manga é o aroma de base deste sabonete, que evoca não só uma descoberta mas a alegria contagiante de um povo, sempre em festa.

Japão

#OPerfumista: os Descobrimentos num sabonete

Esta viagem pelos Descobrimentos não ficaria completa se não fosse feita referência à chegada dos portugueses e primeiros europeus ao Japão, em 1543, e tão bem relatada pelo cronista Fernão Mendes Pinto. O ponto mais longínquo dos Descobrimentos Portugueses estabeleceu uma ponte cultural e comercial muito intensa e o contacto com um povo com hábitos bastante diferentes dos ocidentais.

#OPerfumista: os segredos... de um perfume bem aplicado
#OPerfumista: os segredos... de um perfume bem aplicado
Ver artigo

Neste sabonete, Japão, delicado e belo evoca-se o aroma especial da flor de cerejeira que, na Primavera, revela a sua beleza perfumada. Por fim, uma nota especial à perfumista Paula Gomes que assina com brilho os aromas desta colecção e a Castelbel, que produzindo estes sabonetes para a 100ml contribui, também ela, para a qualidade e sucesso deste projecto. Boas descobertas e bons banhos.

É um apaixonado por aromas e perfumes. Formado em Composição de Perfumes na Cinquième Sens, em Paris, membro da Société Française des Parfumeurs e júri do Prémio Máxima de Beleza, Lourenço Lucena cria perfumes e organiza formações e eventos, em torno deste universo mágico. Adoramos fazer com ele esta viagem olfactiva.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.