Se eu pudesse, deixava de usar cremes para sempre e entregava-me nas “mãos” das máquinas. A sério. Há muita ciência contida num boião de La Mer, mas a tecnologia que hoje em dia se desenvolve para, em menos de cinco minutos, se dizer adeus às rugas é uma salvação para espíritos rebeldes como o meu, que às vezes vai directo para a cama sem fazer a rotina de beleza nocturna.

Ponho cremes para as rugas que tenho, ponho cremes para as rugas que ainda hão-de vir. É um trabalho de investimento a longo prazo, ficando escravo duma luta contra o tempo, pois sei que inevitavelmente as primeiras linhas de expressão irão aparecer não tarda nada.

#ÁguaPelaBarba: Bruno, põe creme nos olhos!
#ÁguaPelaBarba: Bruno, põe creme nos olhos!
Ver artigo

Para um homem, os cremes podem ser uma punição. A rotina de beleza poderia ser vista como um acto de amor-próprio, por ser o momento em que estamos a cuidar de nós mesmos, mas somos muito pragmáticos e queremos resultados imediatos e eficazes. Conseguimos compreender um creme que nos controla a oleosidade, um creme que desincha os papos, um creme que seca borbulhas, mas um creme anti-envelhecimento foge ao nosso entendimento, pois que só o iremos começar a usar quando a ruga “já deu à costa” e nada fará com que a mesma se afogue de vez em alto mar.

Ontem visitei a Páris Clinics e fiquei rendido à frota tecnológica que está ao nosso serviço para nos simplificar a existência. Deus ex machina! Tive a certeza que hoje em dia não é preciso ir "à faca" para ter resultados eficazes e imediatos, com a vantagem de se poder continuar a fazer a vida de sempre, sem parar.

Fiquei particularmente impressionado com o aparelho laser para o tratamento da flacidez e da gordura: através de uma microfibra óptica com o diâmetro de um fio de cabelo, é possível ir ao interior da pele para lhe estimular a firmeza e a tonicidade, já que o laser promove a remodelação e a retração das camadas profundas e superficiais. O efeito de lifting é visível e ao longo do tempo a pele vai ganhando mais colagénio! Abençoado Endolift – estas máquinas até têm nome!

#ÁguaPelaBarba: o meu protetor solar é o meu creme hidratante
#ÁguaPelaBarba: o meu protetor solar é o meu creme hidratante
Ver artigo

Mas houve outra que me conquistou o coração – ou talvez tenha sido os olhos! – e que nos últimos tempos me tem assaltado a página geral do instagram, que é o jacto de plasma. O plasma é o quarto estado da matéria, em que os electrões se separam dos átomos, produzindo uma espécie de gás ionizado que, em contacto com o ar, ganha forma de uma radiação luminosa, criando uma corrente de alta tensão.

Em contacto com a pele, esse jacto causará uma lesão que levará o organismo a responder com uma acção de rejuvenescimento celular e de criação de colagénio. A explicação dada pela Dra. Sofia Carvalho foi mais que suficiente para me fazer entregar os meus olhos na bandeja e querer uns novos imediatamente.

É um procedimento rápido, também indicado para as rugas e linhas de expressão da região periocular, que calham também serem neste momento da minha vida os sinais de envelhecimento que mais me incomodam. Ficará apenas a marca dos pontinhos onde é feita a electrofulguração, pontinhos esses que cairão como pequenas crostas nos quatro dias seguintes.

E lá fui eu. Meia hora de pomada anestesiante, cinco minutos de jacto de plasma e uns olhos que irão renascer nos próximos dias. Mal posso esperar!

Bruno Reis, colaborador da Miranda, é o fundador e diretor criativo da Teeorema, marca de T-shirts de luxo.

Newsletter

O seu ritual de Beleza tem mais um passo: assine a newsletter Miranda e receba as novidades da cosmética e artigos dos nossos #RealFluencers no seu email.

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda