Se o Bruno de 2020 pudesse dizer alguma coisa ao Bruno do ano 2000, seria sem dúvida "põe creme nos olhos". E completaria: "todos os dias". Claro que também lhe diria umas quantas verdades, sobretudo muita coisa que aprendeu com a escola da vida, mas também dá gosto passar por cada experiência da nossa existência e sentir que ela nos tornou mais fortes e autênticos. As rugas, essas, é que são sempre fortes de mais, e se pudermos atenuá-las ou extingui-las, vamos nisso com muita fé!

#ÁguaPelaBarba: quem os viu e quem os vê
#ÁguaPelaBarba: quem os viu e quem os vê
Ver artigo

Há precisamente dois anos, os meus olhos espelharam os evidentes sinais do tempo: a preguiça em recuperarem de uma noite mal dormida veio sob a forma de duas batatas monstras no lugar destes berlindes tão cobiçados ao longo da minha vida. Desde então, os meus cuidados passaram a ser obsessivamente metódicos, que isto de lutar contra o tempo é sempre uma batalha perdida, mas a gente tenta pelo menos adiá-la. Não é?

A pomada para hemorróidas não resultou para os papos, mas desde aí já experimentei uns quantos cremes que me trouxeram a uma rotina que, considero, permite suprir as minhas necessidades básicas.

Nestes últimos dois anos a olhar todos os dias para os meus olhos e a cuidar deles, percebi:

  • que não bebia água suficiente;
  • que perdi a capacidade de produzir colagénio;
  • que dormir com a cara sempre para o mesmo lado me vincou muito num ponto específico;
  • e que a perda natural de gordura contribuiu para engelhar ainda mais esse ponto.

Eis o que fiz para resolver este novelo:

  1. Passei a beber pelo menos 6 copos de água por dia, mais ou menos 1,2 litros. O novo desafio é beber o primeiro copo antes do pequeno-almoço e assim já estar mais perto do essencial litro e meio. A pele agradece muito.
  2. Passei a dormir melhor. E embora sempre com a cara para o mesmo lado, nada como dormir pelo menos 7 a 8 horas seguidas todos os dias. Quando começou o confinamento, em Março, tendo passado a trabalhar em casa, também passei a não usar despertador - é um luxo, eu sei! Mas o luxo maior, posso confidenciar-vos, é adormecer sabendo que não vou ser acordado por uma força exterior, nomeadamente um despertador. E mesmo assim conseguir começar a trabalhar todos os dias à mesma hora (há que reforçar esta ideia, pois nunca se sabe se o patrão não vem ler a Miranda!)
  3. Descobri que, sendo de noite que o organismo se recupera e regenera, deve ser de noite que se usa o anti-rugas, o qual irá dar à pele os nutrientes necessários para esta se regenerar. De manhã, o ideal é usar os cremes mais descongestionantes, desenhados para eliminar os papos, até porque é depois de acordar que sofremos mais deste mal. No início, não percebia porque é que não encontrava um creme que desse para as rugas e para os papos, até que fui iluminado pela Joana Medeiros, que explicou num dos seus vídeos que devemos usar anti-rugas de noite.
  4. Havendo peles de vários tipos e sendo a minha mista, um creme não é bem o ideal. Géis e géis-cremes, isso sim, é respeitar a pele que tenho.

Todos estes pontos foram importantes para chegar a um equilíbrio e num próximo artigo prometo revelar quais são os produtos que tenho estado a usar. Mais do que nunca, sinto agora a pele nutrida, hidratada, firme, e as linhas de expressão mais atenuadas.

Mais que isto, só mesmo um preenchimento com ácido hialurónico para repor a gordura que perdi nas olheiras e limpar os pequenos vincos que surgiram com esse ligeiro "esvaziamento". Depois disso, botox seria essencial para evitar que se formem as linhas de expressão e que estas marquem o seu território.

#ÁguaPelaBarba: stem cells – a única pandemia que poderíamos querer ter
#ÁguaPelaBarba: stem cells – a única pandemia que poderíamos querer ter
Ver artigo

É claro que está nos planos a longo prazo um preenchimento com gordura rica em stem cells, como já referi aqui (é este artigo aqui à esquerda). Mas isto já são coisas que o Bruno de 2020 está a dizer ao Bruno de 2040.

E será que o Bruno do futuro tem alguma coisa a dizer ao Bruno de hoje? Quando a Miranda fizer 22 anos, venham cá ler.

Bruno Reis, colaborador da Miranda, é o fundador e diretor criativo da Teeorema, marca de T-shirts de luxo.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Receba antes de toda a gente as melhores dicas de Beleza.

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.