Em plena era-Instagram, e mais ainda em época de semanas de Moda, nem sempre é fácil encontrar algo que prenda verdadeiramente o nosso olhar num scroll casual pela rede social. A maquilhagem do desfile da Dior, apresentada esta semana, veio provar que ainda é possível.

Para o próximo Outono-Inverno, Peter Philips, diretor criativo e de imagem da Dior Makeup, inspirou-se nos anos 60, mais precisamente na subcultura britânica dos Teddy boys.

Em entrevista à Vogue Paris, Philips resumiu o conceito: "o look do show é inspirado nos anos 50 e 60, nos british mode teddy boys. Por isso chamamos-lhe teddy girls. Focámo-nos nos olhos, muito gráficos, uma interpretação quase cartoonesca da maquilhagem dos olhos nos anos 60".

Por isso, nos bastidores do Musée Rodin, em Paris, as 89 modelos aguardaram para que lhes fossem pintadas pestanas inferiores dramáticas e exageradas.

Os produtos utilizados

Para conseguir o look, Philips usou uma sombra preta em toda a pálpebra, à qual sobrepôs o Diorshow On Stage Liner, no tom Matte Black. Com o mesmo produto, mas com a ajuda de um pincel de eyeliner, desenhou as falsas pestanas inferiores, através de grossas riscas verticais, simulando a direção natural das pestanas. A maquilhagem de olhos ficou rematada com uma camada da báse-sérum de pestanas Diorshow Maximizer 3D e, de seguida, uma aplicação generosa da máscara Diorshow Pump’n’Volume.

Dior: Olhos gráficos e tez natural na Beleza do desfile em Paris
Dior: Olhos gráficos e tez natural na Beleza do desfile em Paris
Ver artigo

Na pele, mantida a mínimos para deixar aos olhos o protagonismo, foi usada a Dior Backstage Face and Body Foundation e um pouco do Dior Backstage Glowpowder, para uma tez natural e apenas ligeiramente iluminada - qualquer imperfeição foi camuflada com o Dior Forever Undercover Concealer.

Nos lábios, os novos Dior Addict Stellar Shine, no tom Mirage, foram utilizados em todas as modelos - expectável, uma vez que é um dos próximos lançamentos da marca francesa.

O regresso dos anos 60

mood Twiggy, pestanas exageradas e uma aura evocativa dos anos 60 não é uma estreia nas passerelles recentes. Ainda em Setembro, Pat McGrath deixava as modelos em Prada com sobrancelhas descoloradas para deixar brilhar umas pestanas ultra-exageradas, mas bem menos gráficas do que as aqui criadas por Philips. Com diferentes interpretações, uma coisa é certa: os anos 60 e as pestanas parecem estar a querer regressar em força.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.