Quase todas nós já nos sentimos um pouco tristes ou com a sensação de insatisfação com a vida, o trabalho ou os relacionamentos. Não é uma sensação agradável e pode ser um estado de espírito difícil de afastar para alguns. Sintomas como tristeza, depressão e ansiedade estão relacionados com um desequilíbrio na produção de neurotransmissores, especialmente a serotonina, a dopamina, noradrenalina e ou o GABA.
Depressão Major? Síndrome depressivo? Mas que entidade é esta que parece fazer parte da sociedade actual, onde aparentemente não nos falta nada?

Estima-se, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) que mais de 350 milhões de pessoas de todas as idades e sexos do mundo sofrem de depressão, havendo muitos casos não diagnosticados. Os sintomas de depressão são variados: disfunções cognitivas, como a dificuldade de te lembrares de detalhes, tomares decisões e concentrares-te.
Os sintomas oscilam entre si, alguns com tendência a prolongarem-se, entre outros que tendem a desaparecer.

A Medicina Anti-Aging tem várias ferramentas que contribuem para o re-equilíbrio neuroendócrino que te permitem reencontrar o bem-estar e melhoria significativa do humor.

Pessoas com depressão podem, muitas vezes, ter dificuldade em processar informações e resolver problemas, estando normalmente associados a outros sintomas, como falta de motivação, apatia e fadiga. Todos estes factores condicionam a tua capacidade de te concentrares no trabalho ou nos estudos.

O que vais fazer pela saúde das tuas células? A tua beleza vem da tua boa saúde, do brilho dos teus olhos quando sorris ao espelho e da força que sentes por não te deixares invadir pela tristeza ou depressão.

Vamos às soluções

#Good food = Good Mood Da próxima vez que te sentires triste, antes de atacares o balde de gelado, o pacote das bolachas ou as batatas fritas, tem em mente que o que comeres vai influenciar o teu humor. Se mudares os teus hábitos de vida e alimentação, com alimentos vibrantes e que nutrem verdadeiramente as tuas células vais sentir mais vitalidade física, mental e emocional, e tornares-te a pessoa mais feliz que que mereces ser.

#(P)ara a tristeza > Probióticos O sistema gastrointestinal humano é o lar de milhões de bactérias, e vários estudos sugerem que a suplementação de bactérias "boas" na forma de probióticos podem ajudar a apoiar as principais funções do sistema imunológico e nervoso. Os probióticos têm efeitos anti-inflamatórios, o que é fundamental já que a depressão e o stress estão associados à inflamação no corpo. Talvez nunca tenhas pensado que as tuas bactérias intestinais regulam o teu humor?

#(D)eixa Depressão para trás > Vitamina D Mesmo vivendo num país com bastante sol, identifico em consulta imensas pessoas com défices de Vitamina D. Os dados sugerem que quem tem níveis de vitamina D de, pelo menos, 75 nmol/L confirmam um risco 43% menor de depressão, em comparação com pessoas com níveis de vitamina D menores que 25 nmol/L. A conclusão de que baixas concentrações de vitamina D circulante aumentam o risco actual e subsequente de depressão, e justifica a sua suplementação. O ideal será fazer uma avaliação analítica, podendo começar a suplementar-se com uma dose mínima de 5.000UI.

#DoutoraFeliz: os Top Suplementos do Smart Aging
#DoutoraFeliz: os Top Suplementos do Smart Aging
Ver artigo

#(B)atalha contra a Depressão > Vitaminas B Essenciais para o bem-estar mental e emocional, as vitaminas do complexo B devem ser repostas diariamente no corpo. Refiro-me à  vitamina B12, ao ácido fólico e à vitamina B6. As vitaminas do complexo B aumentam e sustentam a resposta antidepressiva.

#(T)ransforma-te > 5 Hidroxi-Triptofano (5-HTP) O 5-HTP é um aminoácido extraído do feijão da Griffonia simplicifolia, sintetizado a partir do aminoácido essencial L-triptofano. É um aminoácido que desempenha um papel importante no tratamento de transtornos do sono, stress e depressão. Sendo um precursor da serotonina, potencia o neurotransmissor que nos dá a sensação de plenitude, bem-estar e felicidade. A dose deve ser ajustada a cada caso, podendo ser aconselhadas doses diárias entre 100-600mg.

#Beleza = Saúde Vários estudos nas culturais ocidentais associaram a depressão à exigência e percepção que a mulher tem de si própria e do seu peso ideal. Ou seja, o teu ideal de beleza. Talvez seja o momento de anulares a preocupação com a “magreza”, o que achas que são as preferências dos homens ou a aspiração de te pareceres com as mulheres da moda ou beleza em anúncios.

É chegado o momento de aceitares a tua verdadeira beleza...

... as tuas curvas, as tuas imperfeições e mimares o teu corpo com uma alimentação saudável, consciente e trabalhares em ti a tua verdadeira imagem corporal, que inspire outras mulheres como tu a se acharem bonitas, felizes e saudáveis.
É tempo para encorajares um ideal que melhor sirva a tua saúde física e psicológica.
O que vais fazer pela saúde das tuas células?

A tua beleza vem da tua boa saúde, do brilho dos teus olhos quando sorris ao espelho e da força que sentes por não te deixares invadir pela tristeza ou depressão. Quando vais começar? O que vais começar hoje a fazer bela tua verdadeira beleza e vitalidade?

Andreia de Almeida é médica especializada em anti-aging e membro da World Society of Anti-Aging Medicine (WOSAAM) e American Academy of Anti Aging Medicine (A4M)

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.