Não é de agora que o retinol é uma tendência no mundo dos cuidados de rosto. Nos anos 90 estava por todo o lado, tal como agora. A diferença é que em vez de o vermos nos YouTubes, Instagrams ou Tik Toks da vida, aparecia nas revistas dedicadas ao tema ou nas campanhas publicitárias. É verdade, ele está de volta e a nossa pele agradece.

Esfoliação química ou física? As diferenças explicadas por uma especialista
Esfoliação química ou física? As diferenças explicadas por uma especialista
Ver artigo

Também conhecido como vitamina A, tem-se tornado cada vez mais um querido entre o/as amantes de Beleza. Se antes estava confinado a uma pequena (e escondida) uma seleção de produtos no fundo das perfumarias ou prateleiras de supermercado, hoje, vemos o retinol em tudo quanto é produto. De cremes de rosto e séruns, de géis de limpeza a máscaras faciais, produtos de contorno de olhos ou ainda, toalhitas desmaquilhantes (sim, é verdade). Nenhuma marca quer ficar de fora e imaginação não lhes falta. Contudo, é importante lembrar que a presença deste ativo, não é condição sine qua non para a sua eficácia.

Os benefícios do retinol passam por solucionar alguns destes problemas:

  • Sinais de envelhecimento (rugas e rídulas)
  • Cicatrizes de acne ou de outra natureza,
  • Aparência dos poros
  • Textura irregular da pele
  • Manchas
  • Hiperpigmentação
4 produtos de Beleza que todas as mulheres devem ter aos 40 anos
4 produtos de Beleza que todas as mulheres devem ter aos 40 anos
Ver artigo

Este ativo é usado para reparar danos na pele, dos mais superficiais aos mais profundos. A questão é que, embora tenha todos os benefícios mencionados acima, devemos ter alguns cuidados na hora de o introduzir na nossa rotina de Beleza. Se é novata no uso de retinol, deve começar com uma aplicação de duas em duas semanas, para assim perceber a reação da sua pele. Se for positiva, aumente a frequência para uma vez por semana, mas sem nunca ultrapassar as três vezes por semana.

O retinol pode tornar-se abrasivo em peles mais sensíveis ou, naquelas que não estão habituadas a estar em contacto com ácidos. Em primeiro lugar, recomenda-se que seja aplicado nos cuidados de noite, não apenas porque terá maior poder regenerativo, mas porque ao deixar a pele sensível, o contacto com os raios solares não é de todo recomendado. Outro cuidado muito importante a ter, é que a pele esteja completamente seca na hora da aplicação, caso contrário pode intensificar a sensibilidade e provocar escamação, e não queremos nem um, nem o outro.

Oito produtos com retinol que vão melhorar a aparência da sua pele:

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Receba antes de toda a gente as melhores dicas de Beleza.

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.