Planeta Terra só há um, e infelizmente está a ser destruído muito rapidamente. Com o entusiasmo de comprar novos produtos, deixamos muitas vezes de questionar o destino daquela embalagem de plástico, as consequências que acarreta a utilização de um desodorizante em spray, e as verdadeiras origens dos ingredientes dos nossos produtos.

Felizmente para nós (e para o futuro), muitas marcas de Beleza são cada vez mais conscientes do seu impacto no planeta e implementam medidas para reduzi-lo, na esperança de escreverem um futuro mais bonito para todos. Estas são algumas delas.

René Furterer

A René Furterer rege-se por três princípios: solidariedade, responsabilidade e comércio justo. Além de colocar as pessoas no centro dos seus compromissos éticos (procura melhorar as condições de vida dos seus trabalhadores e reduzir a natureza do seu trabalho físico), garante ainda o apoio a fornecedores locais, comprando os seus produtos a valores superiores aos do mercado.

Até 31 de dezembro de 2019, em mais de 50 farmácias por todo o país, encontrará as caixas de reciclagem da René Furterer, onde poderá deixar as embalagens dos seus produtos usados. Por cada embalagem, recebe um vale de desconto imediato na compra de outro produto da marca.

Castelbel

Para os viajantes que querem reduzir a sua pegada ecológica no planeta, a Castelbel lançou a coleção de champôs sólidos para homem Castelbel Traveller. Feitos à base de azeite e óleo de coco, estes champôs sólidos (que também podem ser usados no corpo) são vendidos em embalagens de papel e livres de plástico. Estão disponíveis nas fragrâncias Cedro, Erva-Príncipe, Gengibre e Menta.

Lush

A Lush atua em várias frentes num esforço para preservar o nosso planeta, e o seu mais recente projeto inspirou-se num recurso muito português: a cortiça. Para substituir as típicas embalagens de plástico usadas nos champôs, a marca desenvolveu embalagens de cortiça que, além de serem reutilizáveis, são biodegradáveis também. Como é que são transportadas a nível internacional? Num veleiro, um dos meios de transporte mais eco friendly neste momento.

O'Right

aqui falámos na embalagem de champô que se transforma numa árvore, mas nunca é demais mencionar uma iniciativa tão criativa como esta da O'Right. Depois de terminar o seu champô (também ele rico em ingredientes naturais), basta introduzir a garrafa no solo e esperar que as sementes de azevinho, colocadas no fundo, deem vida a uma nova árvore. A garrafa em si desaparece no espaço de um ano.

Kiehl's

Desde que foi fundada que a Kiehl's se dedica a procurar ingredientes naturais e materiais sustentáveis para as embalagens dos seus produtos. A marca trabalha lado a lado com produtores locais, e tem um programa de reciclagem - o Recycle & Be Rewarded Program-, que premeia os clientes que levam embalagens de produtos Kiehl's às lojas para serem reciclados. Até 2020, a Kiehl's compromete-se a incluir pelo menos 30% dos materiais reciclados pelos consumidores nas embalagens de novos produtos.

Rituals

A Rituals é outra marca que tem vindo a tomar várias medidas para reduzir a sua pegada ecológica no planeta. Além do seu sistema de recargas, usa materiais reciclados para as suas embalagens e papel certificado pela FSC (Forest Stewardship Council). As fórmulas, além de cruelty-free, são o mais limpas e seguras possível.

Nuxe

A Nuxe tem vindo a tomar medidas para proteger as abelhas, uma espécie cada vez mais ameaçada. A marca apoia a associação Toit pour les Abeilles, que patrocina colmeias e desenvolve novas colónias na região de Vosges, em França. Em 2018, o Museu do Louvre abriu os portões do Jardin Raffet para que a Nuxe criasse um prado floral e seis colmeias, para que as abelhas de colheita de pólen pudessem circular pelo espaço.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.