O Síndrome Pré-Menstrual (SPM) é um dos principais problemas de saúde identificados em mulheres em idade fértil, podendo envolver sintomas físicos e psicológicos.
Muitas são as mulheres que sofrem com os seus ciclos menstruais. Estas queixas menstruais ou pré-menstruais geralmente passam por seios dolorosos, desejos alimentares insaciáveis, enxaquecas ou alterações extremas de humor. Geralmente, quando estas queixas perturbam o teu dia-a-dia podem reflectir um pedido de ajuda do teu corpo. A causa? Um provável desequilíbrio hormonal.

Segundo a visão da Medicina Funcional, o objectivo é abordar os verdadeiros desequilíbrios e gatilhos hormonais subjacentes, indo de encontro à raiz do problema. Não existe apenas uma hormona ou causa envolvida no Síndrome Pré-menstrual, mas deve ser vista como uma dança complexa e de interacção entre hormonas.

Em casos especiais ou extremos (como a endometriose ou outras patologias ginecológicas) o recurso a pílulas ou fármacos que aliviam a dor pode ser necessário, mas segundo uma abordagem médica funcional é possível desencadear mudanças fisiológicas que regulam de forma natural o ciclo feminino. Como? Através de uma Medicina Lifestyle com nutrição, exercício, gestão do stress, regulação do sono e um plano terapêutico de suplementação individualizado (quando necessário).

#DoutoraFeliz: os Top Suplementos do Smart Aging
#DoutoraFeliz: os Top Suplementos do Smart Aging
Ver artigo

É, assim, possível através de uma intervenção não farmacológica, reequilibrar as tuas hormonas, normalizando os ciclos menstruais e proporcionar alívio de muitos dos sintomas em poucos meses.

#Sintomas do Síndrome Pré-Menstrual Os sintomas pré-menstruais, frequentemente referidos como TPM, são muito comuns. Ocorrem geralmente em mulheres na faixa dos 30 anos, embora possam ocorrer já na adolescência e até nos anos pré-menopausa.

Entre os mais comuns, destaco:

  • Cólicas abdominais
  • Inchaço abdominal
  • Depressão ou fragilidade emocional
  • Sentimentos de agressividade ou irritabilidade
  • Ansiedade ou confusão mental
  • Dores de cabeça ou enxaqueca
  • “Cravings”, desejos emocionais por sal ou doces
  • Cansaço
  • Apatia
  • Inchaço e desconforto mamário
  • Dores nas costas
  • Inchaços e retenção de líquidos nas pernas
  • Acne
  • Agravamento de doenças preexistentes (lúpus, artrite, úlceras, herpes, etc.)
  • Desmaio (síncope vaso-vagal)
  • Palpitações cardíacas
  • Insónia
  • Alterações no desejo sexual

Mais do que o diagnóstico, o importante é a mulher conseguir fazer o mapeamento dos seus sintomas, de forma a, juntamente com o seu médico, compreenderem a natureza cíclica em que ocorrem. Um diário de sintomas pode ser uma ferramenta valiosa na descoberta dos gatilhos dos sintomas pré-menstruais.

#E por que não apenas tomar um medicamento? Sim, é verdade que existem medicamentos (analgésicos, pílulas) que podem ajudar a aliviar o SPM, mas não deixam de ser isentos de efeitos colaterais e, a longo prazo, podem agravar ainda mais o desequilíbrio.
Não existem pílulas mágicas e em muitos casos a prescrição de uma pílula (o mais comum) não deve ser feita de ânimo leve. Na maioria dos casos ela acaba por só mascarar os sintomas e suprimir as tuas hormonas, agravando ainda mais os desequilíbrios hormonais, resultando a longo prazo em ganho de peso, distúrbios do humor, dificuldade em engravidar, queda de cabelo e uma menopausa precoce.
Sem esquecermos outros medicamentos para a ansiedade, depressão, indutores do sono... sim, há várias respostas farmacêuticas que “mascaram” os sinais do teu corpo. Mas há outras soluções.

#Solução 1: Probióticos Vários são os inimigos de uma flora intestinal equilibrada. Antibióticos, glúten, pesticidas, aditivos alimentares e muitos medicamentos que acabam por interferir no equilíbrio do microbioma intestinal. Probióticos são micro-organismos vivos que, quando ingeridos proporcionam benefícios para a nossa saúde, através da colonização do intestino e na protecção das mucosas. Uma nutrição funcional rica em alimentos prébióticos (maçã, banana, espargos, alho, cebola, alho-francês, etc) e a toma de um probiótico de qualidade são uma necessidade.

#Girl’s BestFriends: Vitaminas do complexo B Essenciais para a desintoxicação do fígado, uma vez que ajudam na regulação dos níveis de estrogénio. Em muitos casos, o hiperestrogenismo é um dos culpados pelos sintomas do SPM. Um complexo vitamínico com uma equilibrada composição de vitaminas B6 e B12 deve fazer parte da rotina de mulheres que sofrem com SPM ou que tomam a pílula.

#Magnésio Tens cólicas menstruais? Rara é a paciente minha que não seja suplementada com magnésio para controlo destes sintomas. O magnésio ajuda a diminuir as prostaglandinas, mediadores inflamatórios que estão associados a cólicas menstruais mais dolorosas. O citrato de magnésio é uma óptima escolha, uma vez que também vai ajudar a regular os movimentos intestinais em pessoas que sofrem de obstipação.

#Detox de estrogénios Quando falamos sobre a causa da SPM, muitas vezes falamos em níveis elevados de estrogénio, conhecida como dominância estrogénica. São várias as plantas adaptogénicas ou suplementos que ajudam na harmonização dos níveis de estrogénio e progesterona. Agnus castus, resveratrol, índole-3-carbinol são apenas algumas das ferramentas que podem ajudar o teu corpo a manter níveis saudáveis de estrogénio. Para além disso, podem ajudar a harmonizar o cortisol e outros níveis de hormonas relacionadas com o stress.

#Curcumina O açafrão contém um constituinte conhecido como curcumina que é altamente benéfico na redução da inflamação. Estudos revelam que a curcumina atenua a gravidade dos sintomas do SPM, através da modulação dos neurotransmissores e pelos seus efeitos anti-inflamatórios. A dose mínima recomendada são cápsulas de 500mg tomadas duas vezes por dia.

#Bye Bye TPM Sim, é possível controlar os sintomas que sentes todos os meses. Sei que faz parte da rotina das mulheres terem no armário medicamentos constantes da sua rotina diária. Se és daquelas mulheres que sente que faz boas escolhas alimentares e um estilo de vida equilibrado, mas não estás a obter os resultados e a regulação hormonal que esperavas alcançar, recomendo considerares uma avaliação médica com um estudo hormonal que oriente a identificação da raiz do problema. Muitos casos resolvem-se com um plano de suplementação que ajuda a regular o desequilíbrio hormonal que possa existir.

Um plano de suplementação individualizado, que podes desenhar com um médico de Medicina Funcional, pode ajudar-te a manter os sintomas do SPM controlados, evitando recaídas quanto és atingida por um fator de stress, desreguladores endócrinos ou outros factores com que te possas deparar diariamente. Se estás disposta a ter ciclos menstruais mais felizes, aumentares a tua energia, a um humor incrível e abandonares a TPM, então chegou o momento de assumires o controlo com alguns suplementos que podem fazer parte da tua rotina diária.

#DoutoraFeliz: winter blues, a depressão e a vitamina D
#DoutoraFeliz: winter blues, a depressão e a vitamina D
Ver artigo

#Mima-te Enquanto mulher, deves aprender a decifrar as mensagens que o corpo te transmite em cada ciclo. O ciclo feminino deve ser respeitado e sem vergonha. A mãe natureza regula-se por ciclos e deves direccionar as tuas energias de forma a criares uma mulher feminina, emocional e confiante com a tua verdadeira beleza que vem de dentro.
Como é fantástico termos o poder de nos renovarmos e crescer a cada mês. Alguns meses serão mais stressantes que outros e com exigências emocionais que fazem parte de ti. Lembra-te, o importante é ouvires o teu corpo, a atenção que ele pede e a forma como as tuas emoções vão espelhar a tua saúde.
Abraça o teu poder feminino. Todos os meses a mulher tem a oportunidade de começar de novo.

Andreia de Almeida é médica especializada em anti-aging e membro da World Society of Anti-Aging Medicine (WOSAAM) e da American Academy of Anti Aging Medicine (A4M)

Na sua rede favorita

Siga-nos no Instagram