Adoro chá! Num dia frio de inverno, o conforto de uma bebida quente é sem dúvida um ritual que sabe bem. E faz bem, não só ao corpo mas principalmente à alma. Usado desde há séculos, foi descoberto por acidente, quando uma pequena folha caiu sobre um recipiente de água quente e de imediato o aromatizou.

A sua preparação é em si um acontecimento: aquecer a água e, imediatamente antes de ferver, desligar e colocar as folhas de chá, tapar o recipiente cinco minutos, coar se for o caso ou retirar a saqueta, servir e degustar. Fácil e saudável. Seja de manhã, à tarde ou ao fim do dia, este é um ritual a incluir nas suas novas rotinas.

#PesoeMedida: imunidade e alimentação
#PesoeMedida: imunidade e alimentação
Ver artigo

Ao longo dos tempos, o chá tem vindo a ser estudado quanto às suas características e propriedades. De facto, de todas as bebidas, o chá é provavelmente a mais saudável. As suas inúmeras propriedades devem-se à planta utilizada para lhe dar origem, a Camellia sinensis. Esta planta, consoante a sua forma de preparação, dá origem aos chás: verde, preto, branco e oolong. Outras bebidas que também conhecemos por "chás" são, na realidade, infusões que resultam da utilização de outras plantas para aromatizar a água e conferir-lhe outras propriedades.

Em ementas mais elaboradas, como aquelas que estão previstas para esta época de Natal, recomendo sempre uma chávena de chá quente no final da refeição. Este simples ritual favorece por si só o próprio processo de emulsão de gorduras, facilitando e tornando assim mais fácil todo o processo digestivo.

Funcionam também muito bem as infusões de menta, cidreira ou lúcia-lima, na medida em que estas plantas apresentam propriedades depurativas e digestivas. Outras infusões, como a cavalinha ou pés-de-cereja, são mais diuréticas; outras ainda, como as de gengibre ou de funcho são poderosos anti-inflamatórios e desintoxicantes; e tantas outras plantas dão origem a infusões com inúmeras funções terapêuticas e tranquilizantes.

#PesoeMedida: os princípios da alimentação saudável
#PesoeMedida: os princípios da alimentação saudável
Ver artigo

O uso adequado de plantas para fins medicinais, através de infusões ou chás, é quase em si uma autêntica ciência mas, como em tudo, deve ser ajustado quer o seu consumo, quer a sua quantidade/concentração, pois pode comprometer a eficácia de determinados medicamentos ou potenciar a acção de outros. Informe-se sempre sobre a sua possível interação com o seu médico e também o seu nutricionista. Se usados em excesso, alguns chás podem ser estimulantes ou prejudiciais à saúde, originando, por exemplo, quebras de energia ou de tensão, pelo que sugiro sempre que o seu consumo acima de 1-2 chávenas por dia seja feito com acompanhamento nutricional.

Mas tal como o seu consumo em excesso pode ter consequências nefastas para a sua saúde, o seu uso equilibrado e ajustado tem, sem dúvida, inúmeros benefícios de saúde, que devemos por isso exaltar! Crie novas rotinas, inclua uma a duas chávenas de chá por dia no seu dia-a-dia alimentar e usufrua sem riscos das características super saudáveis desta maravilhosa bebida. Pode ser quente, morno ou frio, mas que seja sempre um excelente ponto de partida para uma mudança de hábitos mais saudáveis na sua vida.

Nos países orientais, onde a longevidade é reconhecida, o chá é a bebida de eleição. E é com este pensamento que termino mais uma crónica para a Miranda, procurando inspirar cada pessoa a tornar a sua vida um pouco mais saudável. Até breve.

Pedro Queiroz é o fundador das Clínicas de Nutrição do Porto e Lisboa e consultor de Nutrição. Mais do que ajudar pessoas a emagrecer, o que realmente gosta é de mudar as suas vidas.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Receba antes de toda a gente as melhores dicas de Beleza.

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.