A noção da quantidade certa a aplicar é muito importante quando falamos de cosméticos de rosto que usamos diariamente, sejam eles quais forem. Aplicar a dose errada de produto, por excesso ou por defeito, pode comprometer os resultados, afetar a pele e, até, o ambiente.

Versão audio

O uso em excesso pode levar a dois problemas: aumento da oleosidade, principalmente em peles mistas a oleosas; e, claro, desperdício de produto, o que não é nada sustentável. Se usarmos de menos, pode ficar comprometida a eficácia do produto e, também, atrasar os seus resultados, ou, ainda pior, no caso do protetor solar, deixar a pele desprotegida.

#CrèmeDeLaCrème: cosméticos – caros ou baratos? A pergunta de (pelo menos) 1 milhão de dólares
#CrèmeDeLaCrème: cosméticos – caros ou baratos? A pergunta de (pelo menos) 1 milhão de dólares
Ver artigo

Sempre que a quantidade a usar for indicada no produto, o que pode acontecer em frascos com doseador ou conta-gotas, o importante é cumprir. Quando não, as quantidades seguintes serão, para a grande maioria dos produtos e das peles, as ideais. Embora não haja tecnicamente uma ciência exata por trás da quantidade ideal a usar (porque todos temos diferentes tipos de pele, tamanhos de rosto e muitos outros fatores), posso recomendar as doses seguintes como um bom barómetro.

  • Limpeza
    Seja na forma de óleo, leite, bálsamo ou água micelar, o desmaquilhante é um produto essencial para qualquer rotina de beleza e deve ser usado em todos os tipos de pele. Para evitar excessos, basta aplicar uma quantidade do tamanho de um mirtilo no rosto. Uma dose muito grande de produto pode desidratar a pele, devido aos tensio-ativos presentes no produto e, se aplicarmos pouco, podemos não limpar eficazmente a nossa pele, o que é igualmente grave.
  • Contorno de olhos
    É nesta zona do rosto que pecamos por excesso, habitualmente. O contorno dos olhos é uma área muito sensível e muito fina, que requer cuidados específicos e em pequena quantidade. Para evitar irritações ou até flacidez prematura desta região, devemos aplicar delicadamente o equivalente a um grão de arroz para cada olho.
  • Sérum
    Muitas vezes considerado um cuidado mágico, por ser muito concentrado, este é um produto mais rico em componentes ativos, que penetra profundamente na pele e, portanto, que não requer uma grande quantidade para fazer o seu efeito. O equivalente a uma ervilha será suficiente.
  • Óleos vegetais
    O uso de um óleo para o rosto ajuda a manter o equilíbrio e a hidratação da pele, protegendo-a das agressões externas. Duas a três gotas de óleo são suficientes, caso contrário ficará um filme gorduroso e inestético à superfície. O óleo pode substituir, algumas vezes, o sérum ou, até, os cremes de dia ou de noite.
  • Cremes de dia e de noite
    A nossa pele tem uma capacidade limitada de absorção, por isso, o equivalente a uma avelã (miolo) será o ideal para estes cuidados, que devemos aplicar no rosto, mas que podemos também deslizar até ao pescoço.
  • Protetor solar
    Envelhecimento prematuro, pele danificada, manchas, etc., todos esses efeitos devastadores mostram claramente que é essencial usar protetor solar para proteger a pele dos raios UV. No entanto, como regra, a maior parte das vezes não aplicamos o suficiente. O protetor solar é, no entanto, o produto em que a quantidade aplicada é crucial para que a sua função esteja assegurada, ou seja, para proteger a pele. Em teoria, é necessário que um adulto de estatura média aplique pelo menos 2 mg de produto por cm2 de pele, o que equivale ao comprimento de três dedos, para todo o rosto, orelhas e pescoço. Só assim obtemos o índice de proteção comunicado no produto. Ainda assim, mesmo que a quantidade certa seja aplicada, a renovação é essencial e deve acontecer a cada duas horas em caso de exposição prolongada ao sol.
#CrèmeDeLaCrème: o bê-á-bá da rotina dos cuidados de pele
#CrèmeDeLaCrème: o bê-á-bá da rotina dos cuidados de pele
Ver artigo

A nossa pele tem uma capacidade de absorção limitada e específica. E, por isso mesmo, devemos procurar acertar com a dose correta para nós, para que nos sintamos confortáveis na nossa pele. As boas fórmulas penetram na pele rapidamente e até ao local de atuação, não deixando resíduos à superfície. Aplicar mais produto não significa ter melhores resultados ou resultados mais rápidos, de todo! E, claro, convém sempre lembrar que, para além da quantidade, a qualidade é também essencial na maneira como todos devemos abordar a nossa seleção de cuidados com a pele.

Farmacêutica de formação e especialista em Cosmética, Joana Nobre trabalha na Indústria Farmacêutica desde 2005. O rigor é a sua imagem de marca, algo bem patente nesta nova rubrica que criou para a Miranda, que incluirá sempre a versão áudio do texto.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.