Nos dias de hoje estamos à distância de um click de uma panóplia infinita de exercício para realizar no ginásio, ou de um simples planeamento que teoricamente se adequa aos objectivos que há muito persegue. Se por um lado isto fomenta um estilo de vida saudável na nossa sociedade, por outro pode ser prejudicial ao acharmos que não precisamos de consultar um profissional especializado na área do Exercício e Saúde. Além de simplesmente poderem estar adoptar uma estratégia que pode não ser a mais adequada aos vossos objectivos, o que fará com que não rentabilizemos o vosso tempo e dinheiro investido no ginásio, podem simplesmente estar a aumentar e a probabilidade de se lesionarem.

Existem de facto condicionantes físicas e genéticas que condicionam a obtenção de resultados, mas a grande maioria dos casos de insucesso é explicado por erros comuns que muitas das pessoas que frequentam um ginásio tendem a cometer.

Não AQUECER adequadamente

Um erro primário, mas muito comum. É fundamental preparar o corpo duma forma geral, específica e adequada ao estímulo de treino que temos planeado. Além de conseguir à posteriori ser mais eficiente no treino, diminui a probabilidade de se lesionar no decorrer do mesmo. Atenção, se vai por exemplo realizar um treino de força, o aquecimento não passa por uns meros 5 minutos na passadeira.

Não realizar uma progressão adequada na INTENSIDADE, e não treinar com INTENSIDADE de treino

Não chega ir ao ginásio fazer umas máquinas e levantar uns pesos. Se o treino não for desafiante e não treinar com intensidade, dificilmente os resultados irão ser os pretendidos. No entanto é muito comum observarmos este erro no expoente máximo dos seus extremos, ou tudo ou não. É importante saber adequar e promover a progressão correcta da intensidade no treino, para isso é fundamental planear e estruturar o treino.

Não promover um DESCANSO adequado ao planeamento de treino

O desenvolvimento muscular, e a consequente melhoria de Performance é resultado da regeneração e adaptação dos tecidos aos traumas induzidos pelo treino. Se não proporcionar o tempo e as estratégias adequadas para que o mesmo recupere, o resultado mais provável é mesmo rapidamente estagnar nos resultados obtidos.

Má POSTURA

Uma postura incorrecta, além de diminuir a eficácia do exercício, aumenta o risco de lesão. Em caso de dúvidas, os profissionais de Exercício e Saúde estão nos ginásios para ajudar. Não hesite na hora de recorrer aos seus conhecimentos.

Não se HIDRATAR

É um erro esperar pelo necessidade de o corpo se hidratar. A sede já é um sinal de desidratação, e esta tem consequências ao nível da recuperação e do seu rendimento físico no treino. Hidrate-se devidamente antes, durante e depois do treino.

Não se ALIMENTAR adequadamente

A alimentação é fundamental para alcançar os seus objectivos, e na maioria das vezes não é suficiente ter umas noções gerais sobre um boa rotina alimentar. Um plano rigoroso e estruturado, conjugado com um planeamento adequado e um bom descanso, representa sucesso garantido.

SOCIALIZAR mais do que treinar!

É fulcral para o ser humano socializar, mas no local de treino o foco é esse... treinar.

O meu conselho é que rentabilize ao máximo o seu tempo e dinheiro investido na prática de exercício físico consultando desde início os profissionais adequados, e que os ajudarão alcançar os seus objectivos. Mas lembre-se eles apenas indicam o caminho, o sucesso será resultado do seu foco, compromisso e dedicação.

Ricardo Gomes, 31 anos, é Personal Trainer, Formador na Área de Exercício e Saúde e CEO da CHASE Training Academy.

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda