É a Ciência que o diz: nada pontiagudo pode entrar no ouvido. No limite, limpa-se o pavilhão auricular com uma toalha. E, além de poder ser demasiado pontiagudo, o cotonete é um instrumento tão pequeno quanto poluente.

No entanto, há quem sinta necessidade de utilizar cotonetes e, enquanto houver quem compre, convém dar alternativas que não vão parar aos oceanos – sim, os pauzinhos dos cotonetes estão constantemente a dar à costa e, na sua maioria, isto acontece porque são deitados pela sanita. Ainda que os queiram utilizar, por favor descartem-nos no lixo comum!

Ainda assim, existem alternativas reutilizáveis para os cotonetes, tanto para utilização na limpeza do pavilhão auricular, como para usos de cosmética — aliás, o único motivo que me levaria a comprar um cotonete, porque todos já passámos pelo drama de espirrar depois de colocar rímel, ou de fazer um cat eye que depressa se tornou num borrão.

Que alternativas existem então?

  1. LastSwab

Pertence a uma empresa chamada LastObject, que tem como objetivo eliminar os descartáveis, um objeto de cada vez. Começaram com o LastSwab original e, de momento, têm um mais afiado e pequeno, para utilização cosmética. Depois de utilizar, basta lavar com água e sabão.

#DoZero: desmaquilhantes... reutilizáveis?
#DoZero: desmaquilhantes... reutilizáveis?
Ver artigo
  1. Limpa-ouvidos reutilizável

De metal e madeira reciclada, feito com faia colhida localmente. Uma melhor alternativa aos cotonetes, já que é menos afiado (ou nada afiado) na ponta. À venda na MindTheTrash.

  1. Oriculi de bambu

A meio caminho entre o palito e a espátula, é feito de madeira de bambu. Por ser totalmente de madeira, não poderá ser reutilizado tantas vezes como as opções anteriores. Ainda assim, em fim de vida pode ser compostado (apenas será uma vantagem caso tenha acesso a um compostor). À venda na Organii e na Naturitas.

  1. Um híbrido entre os três anteriores!

Em inox ou metal, como a segunda alternativa, trata-se de uma ferramenta que, regra geral, numa ponta é espatulada, como o Oriculi, e na outra tem a forma do LastSwab, que permite retirar bem a cera. Existem várias alternativas na Amazon, que tornam logo o objeto mais apetecível!

#DoZero: champô sólido
#DoZero: champô sólido
Ver artigo

Relembro que o ideal é sempre utilizarmos o que temos em casa. Assim, por que não utilizar mesmo uma toalha? Ou, no caso de ser mesmo necessário algo mais fino, podemos sempre enrolar um pano fininho num palito, num cotonete que reutilizaremos sempre para este efeito, ou mesmo num pauzinho de cerejeira, dos que são utilizados na manicure. Tudo pode ser reutilizável. Basta colocar a criatividade em ação.

Catarina Barreiros formou-se em Arquitetura, foi stylist de moda, tirou um Mestrado em Gestão, trabalhou em Marketing Digital e, no meio de voltas e contravoltas, descobriu na sustentabilidade a base da sua vida, primeiro privada e depois profissional. No projeto "Do Zero", explora a temática a fundo e encontra respostas para perguntas que não sabia existirem... será que precisamos mesmo de usar papel higiénico?

Newsletter

O seu ritual de Beleza tem mais um passo: assine a newsletter Miranda e receba as novidades da cosmética e artigos dos nossos #RealFluencers no seu email.

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda