São poucos os tópicos na saúde do homem que possam gerar tanta controvérsia e dúvidas. Falamos de masculinidade e performance física, mental e sexual. À medida que o homem envelhece, manter os níveis de testosterona jovens e um equilíbrio hormonal saudável é importante para a qualidade de vida, a saúde sexual e até a longevidade. Mas há muitas coisas que afetam esta hormona: a dieta, a genética e até o stress.

É um homem que se pergunta se tem baixos níveis de testosterona?

Após os 35 anos, os homens começam a experimentar uma queda de 1 a 2% por ano nos níveis de testosterona. Essa queda pode ser significativa, afetando 20 a 40% dos homens mais velhos. Como estamos a viver mais e os 60 são os novos 40, os homens que perdem energia e performance procuram respostas.

Baixos níveis de testosterona são frequentemente comuns em homens com mais de 45 anos. Estudos mostraram que quase 40% dos homens com mais de 45 anos têm baixos níveis de testosterona (menos de 300 ng/dl).

Como a testosterona afeta tantas funções, a sua diminuição pode trazer mudanças físicas e emocionais significativas.

#Função sexual

A testosterona é uma hormona responsável pelos impulsos sexuais e líbido nos homens. Uma diminuição da testosterona pode significar uma diminuição da líbido. À medida que os homens envelhecem, podem experimentar vários sintomas relacionados com a função sexual, que podem ser resultado de níveis reduzidos dessa hormona:

- menor desejo sexual;

- menos ereções que acontecem espontaneamente, como durante o sono

- infertilidade.

Apesar da disfunção erétil não ser comumente causada pela baixa produção de testosterona, nos casos em que ela é acompanha por uma menor produção de testosterona, a terapia de reposição hormonal pode ajudar na disfunção erétil.

#Mudanças físicas

Uma série de mudanças físicas podem acontecer ao seu corpo se tiver baixos níveis de testosterona:

- aumento da gordura corporal;

- diminuição da força/massa dos músculos;

- ossos frágeis;

- diminuição dos pêlos do corpo;

- inchaço / sensibilidade no tecido mamário;

- ondas de calor;

- aumento da fadiga;

- efeitos sobre o metabolismo do colesterol.

#Mudanças emocionais

Além de causar mudanças físicas, ter baixos níveis de testosterona pode afetá-lo a nível emocional, podendo levar a sentimentos de tristeza ou depressão. Algumas pessoas têm problemas de memória e concentração e sentem baixa motivação e autoconfiança.

A depressão tem sido associada a homens com baixa testosterona. Isso pode resultar numa combinação de irritabilidade, diminuição do desejo sexual e fadiga, que podem ocorrer com a diminuição da testosterona.

#Distúrbios do sono

A baixa testosterona pode causar níveis mais baixos de energia, insónia e outras alterações nos seus padrões de sono.

Como saber o que realmente se passa?

Ao usar a abordagem da Medicina Funcional, procuramos chegar à causa subjacente dos sintomas de um paciente.

Quando um paciente nos vem ver em consulta, primeiro obtemos uma história detalhada, fazemos um exame físico e um estudo hormonal e bioquímico completos.

Em muitas situações, e muitas vezes em casos de baixos níveis de testosterona, começamos com a modificação do estilo de vida. Fazemos isso porque muitas vezes a modificação do estilo de vida pode ser suficiente sem necessidade de modulação hormonal.

Os passos seguintes

Caso sejam identificados sinais e baixos níveis de testosterona, há várias opções de modulação hormonal disponíveis para aumentar a testosterona, que devem ser individualizadas ao perfil e necessidades de cada homem.

  1. Perder peso e ser fisicamente ativo

Exercitar-se mais e perder peso pode ajudar a retardar a diminuição da testosterona por que o seu corpo está a passar.

  1. Suplementos

Os suplementos de testosterona são fórmulas nutricionais que estimulam a produção de testosterona e/ou ajudam a manter níveis saudáveis desta hormona, preservando naturalmente aquela que o seu corpo produz.

É importante notar a diferença entre um suplemento de testosterona e a testosterona real, que tem de ser recomendada por um médico especializado e com receita médica.

Entre alguns dos nutrientes e vitaminas e minerais que demonstraram promover níveis saudáveis ​​de testosterona:

- zinco: um mineral conhecido pelos seus benefícios na manutenção do equilíbrio hormonal e níveis saudáveis ​​​​de testosterona – especialmente nos homens. O zinco também apoia alguns aspetos do sistema reprodutivo sexual do homem, como a qualidade do esperma.

- Crisina: um flavonóide vegetal, que vem das plantas e do mel. Tal como a romã, inibe a aromatase e, com ela, a conversão da testosterona em estrogénio.

#DoutoraFeliz: saúde para ELES! A todos os homens importantes da nossa vida
#DoutoraFeliz: saúde para ELES! A todos os homens importantes da nossa vida
Ver artigo

- Saw palmetto: é um tipo de palmeira frequentemente usada como suplemento para prevenir a perda de cabelo e tratar sintomas urinários relacionados com a hiperplasia prostática benigna. O saw palmetto pode aumentar os níveis de testosterona, bloqueando a atividade de uma enzima específica chamada 5-alfa redutase (5α-R), que é responsável pela conversão de testosterona em diidrotestosterona (DHT), responsável pela queda de cabelo (alopécia). De acordo com vários estudos, o extrato de saw palmetto aumentou a produção de testosterona, alterando a regulação hormonal. Também melhorou a resistência muscular e a contagem de esperma.

- Cacau:  a forma mais crua de chocolate. Infelizmente, o chocolate em si é geralmente altamente processado, misturado com açúcar e transformado no oposto do que consideramos um "superalimento". Quando consumido em pó bruto, os polifenóis das catequinas promovem a produção de testosterona e óxido nítrico.

  1. Modulação hormonal

A terapia com testosterona pode ser administrada de várias maneiras:

- cremes ou um gel, aplicados na pele;

- injeções no músculo com intervalos de semanas (individualizado);

- outros (pellets, ainda não disponíveis em Portugal).

A modulação com dehidroepiandrosterona (DHEA), hormona esteróide anabolizante, produzida principalmente pelas glândulas supra-renais, ajuda a controlar os níveis de testosterona e estrogénio. Algumas pesquisas sugerem que tomar DHEA pode aumentar os níveis de testosterona, especialmente à medida que as pessoas envelhecem.

A minha mensagem final: não subestime e otimize!

Se estiver a sentir algum sintoma de baixa testosterona, peça ao seu médico para testar os seus níveis. Um diagnóstico pode ser feito com um simples exame de sangue, e há uma variedade de opções de tratamento para reduzir os efeitos colaterais indesejados da baixa de testosterona.

Os homens estão à procura de ótimos resultados no ginásio, maior vitalidade e uma melhoria do desempenho em geral. A testosterona sozinha só por si não fará isso. É preciso atenção aos detalhes do estilo de vida, como a nutrição, o sono, stress, exercício e relacionamentos saudáveis. Uma vez que essa base é estabelecida e abordamos problemas intestinais, toxinas, disfunção imunológica e distúrbios metabólicos, o próximo passo é abordar o equilíbrio hormonal.

Quando começo a terapia com testosterona com os meus pacientes, é depois de testes hormonais detalhados, que analisam o metabolismo das hormonas e outros biomarcadores de envelhecimento e inflamação. Isso permite-me abordar os desequilíbrios de forma mais eficaz.

Se está preocupado com a falta de energia e vitalidade, pode ser a testosterona.

Um ótimo desempenho pode ser alcançado quando otimizamos as suas hormonas no contexto de um estilo de vida saudável.

Dê uma chance. Vai ficar surpreso com o quão bem se vai voltar a sentir. 

A Dra Andreia de Almeida é médica certificada em Medicina Funcional e Medicina Anti-Aging, com treino especializado em Modulação Hormonal e suplementação avançada. Conhecida pela sua abordagem empoderadora e focada na pessoa, através da sua prática clínica procura inspirar as pessoas a encontrarem o equilíbrio, bem-estar e felicidade interior. Escreveu “Saúde para ELAS: o kit de sobrevivência para mulheres dos 20 aos 60+”, um livro dedicado à saúde feminina.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.