Antes de mais, parabéns às mulheres grávidas! É sempre um desafio e para mim uma enorme alegria ver e acompanhar mulheres que tomam esta decisão. Muitas vezes são meses de preparação e sacrificios para que tudo se torne possível e aconteça o milagre da gravidez.

De salientar que, a nível alimentar, os cuidados devem começar antes mesmo da mulher engravidar, sendo muitas vezes necessária a suplementação de algumas vitaminas para assegurar que tudo começa da melhor forma e que os níveis de saúde estão assegurados para uma gravidez segura e tranquila. Falo, por exemplo, da suplementação de ácido fólico, que sabemos contribuir para minimizar riscos de malformações iniciais e garantir uma multiplicação de células eficaz.

#PesoeMedida: cuidar de si escolhendo os alimentos certos
#PesoeMedida: cuidar de si escolhendo os alimentos certos
Ver artigo

Há que ter em conta também se a mulher é imune ou não-imune à toxoplasmose, especialmente no primeiro trimestre de gravidez, quando o saco vitelino ainda não deu origem à placenta com maior nível de proteção do novo ser. Esta imunidade relativa à toxoplasmose obriga a que tenhamos de ter em conta os potenciais riscos de alimentos mal cozinhados, legumes que incluímos na alimentação e mesmo alimentos ingeridos com casca, como algumas frutas. É mesmo importante este cuidado para que a grávida não corra riscos desnecessários e assegure que tudo segue da melhor forma.

Saliento que alimentos crus ou mesmo mal cozinhados apresentam riscos maiores quanto à sua segurança alimentar e potenciais riscos, pelo que recomendo atenção redobrada a ovos mal cozinhados, sashimi ou sushi, frutas que se comem sem descascar, como morangos, e frutas onde não se retiram as camadas exteriores, além de saladas mal lavadas, por poderem comprometer a máxima segurança alimentar e, por consequência, uma gravidez segura. Aconselhe-se sempre com o seu nutricionista e obstetra para afinar os cuidados de acordo com as suas análises e potencial risco, sabendo igualmente a melhor forma de os contornar.

Durante a gestação, sabemos também que as necessidade nutricionais vão evoluindo, pelo que o consumo de lácteos, carnes, pescado, fruta e horticolas variados é fundamental para assegurar o correcto aporte de nutrientes para a grávida e para o novo ser. Sabemos que no 2º trimestre o consumo aumentado de lácteos e alimentos ricos em cálcio é desejado — e recomendado — para a correcta formação óssea do bébé, mas também para a mãe, evitando dentes e ossos mais frágeis. Mas sem um correcto aporte de proteínas, hidratos e gorduras saudáveis, e todos os outros nutrientes, não será suficiente para que o bébé cresça de forma saudável.

#PesoeMedida: comer saudável – quais as combinações certas?
#PesoeMedida: comer saudável – quais as combinações certas?
Ver artigo

Alimentar-se bem na gravidez, como vimos, é mesmo fundamental, não em quantidades mas mais até na qualidade dos alimentos que escolhemos para que nada falte ao crescimento saudável do novo ser e assegure o equilíbrio de saúde da mãe. Importa, assim, escolher e adaptar hábitos alimentares correctos e que sejam fáceis de implementar no dia-a-dia da nova mãe e que sejam de facto as bases de uma alimentação correcta e gravidez segura.

A procura de ajuda de um bom nutricionista para esta fase é assim fundamental, ajustando alimentos, prevenindo enjoos e optimizando a alimentação; como também para preparar o corpo da mãe para o nascimento do novo filho e lançar as bases da amamentação e da recuperação pós-parto. Será um verdadeiro trabalho de equipa.

Uma última mas não menos importante palavra para a ingestão de líquidos, que no decurso da gravidez tem mesmo de ser aumentada, dadas as necessidades acrescidas, facilitando também a “limpeza” de toxinas do organismo. A ingestão de 1,5 l a 2 l de água por dia é mesmo fundamental. De relembrar que, no decurso da gravidez, o consumo de bebidas estimulantes, como café ou chás com teína, deve ser muito moderado e se possivel evitado, tal como acontece com os refrigerantes, e sublinhar que todas as bebidas alcoólicas não são possíveis nesta fase. Prefira água, sempre!

Aproveite esta fase da sua vida para repensar prioridades de saúde, estilos de vida e melhores opções alimentares. Sabemos que com esta dinâmica a gravidez corre de forma mais segura e que as mulheres grávidas desfrutam mais deste importantíssimo momento das suas vidas.

Pedro Queiroz é o fundador das Clínicas de Nutrição do Porto e Lisboa e consultor de Nutrição. Mais do que ajudar pessoas a emagrecer, do que realmente gosta é de mudar as suas vidas.

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.