Perder barriga é um tema que geralmente nos preocupa mais no verão, quando as temperaturas sobem e o nosso corpo fica mais exposto. É sempre uma zona resistente, especialmente a partir de certa fase da vida e no caso das mulheres, depois dos filhos e das alterações hormonais. Mas existem casos em que desde cedo o abdómen um pouco “mais dilatado” é comum e tudo fazemos para procurar reduzi-lo: cortamos na alimentação, fazemos abdominais diários, iniciamos planos de jejum, fazemos massagens e outros tratamentos que teimam em não resultar. Mas afinal o que podemos fazer para voltar a ter uma barriga definida? É possível? Irei algum dia conseguir?

É nesta altura do ano que nos devemos começar a preocupar e cuidar para que possamos voltar a ter a barriga mais lisa, com menos gordura e como sempre desejamos. Embora uma tarefa que parece fácil vai obrigar a algumas regras e cuidados para que finalmente aquela zona de resistência volte a ter os contornos desejados, com menos gordura e uma pele definida! O primeiro passo é identificar as causas que nos levaram a este ponto. Muitas vezes pensamos e generalizamos as causas como hábitos alimentares errados (mas afinal quais são?), falta de exercício (mas afinal qual o ideal?) e tratamentos médico-estéticos que não resultam (mas afinal quais são os que resultam?). 

As causas de facto podem ser diversas e comutativas mas devemos identificá-las com a ajuda do seu nutricionista. De nada serve corrigir um ponto se todos os outros estiverem desalinhados. Assim, da nossa experiência clínica, a acumulação de gordura abdominal tem variadas causas e devemos iniciar um programa combinado para corrigir de forma consistente os efeitos e devolver o equilíbrio ao nosso abdómen mas, principalmente à nossa saúde. Deixo assim algumas sugestões que quando combinadas e aplicadas de forma consistente parecem reduzir o perímetro abdominal e o volume à volta do estômago. Entre as sugestões alimentares que devem sempre ser integradas num plano global de forma a evitar carências e assegurar sempre a saúde sugerimos muitas vezes reduzir ou eliminar o álcool devido ao seu efeito na sobrecarga do fígado (orgão essencial na desintoxicação do nosso corpo), reduzir o consumo de leite alternando para outras fontes de cálcio (existem pessoas mais sensíveis quanto à digestibilidade do leite), evitar alimentos com trigo por causarem mais inflamação e muitas vezes condicionam o normal funcionamento do intestino e função digestiva, procurar mastigar mais devagar facilitando funções digestivas e digestibilidade dos alimentos, beber líquidos fora das refeições principais, preferir um plano alimentar onde às refeições se reduzam os hidrato de carbono e se prefira o consumo proteínas, reduzir/eliminar consumo de fritos e alimentos processados, optar pontualmente pelo chamado jejum intermitente, entre tantos e tantos outros princípios (saiba mais no livro: emagreça onde mais precisa). 

#PesoeMedida: emagrecer é fácil. Como emagrecer?
#PesoeMedida: emagrecer é fácil. Como emagrecer?
Ver artigo

Algumas destas sugestões podem causar estranheza e por isso relembro que todo e qualquer plano alimentar deve ser sempre ajustado ao seu real estado de saúde, hábitos e preferências alimentares, nunca sendo fundamentalista. Lembro também que cortar apenas estes alimentos per si não “reduz a barriga” mas, quando combinados com planos de exercício onde as caminhadas e também treinos específicos como hipo-pressivos tenham presença os resultados são animadores. Mas ainda assim vão muitas vezes existir zonas mais resistentes à melhor das dietas e ao melhor plano de treino. Nestes casos e de forma a ajudar a mobilização dos excesso de gordura e optimizar estado de saúde as tecnologias médico-estéticas podem ter uma palavra a dizer. Coolsculpting, LPG médico, slim e tantas outras tecnologias quando bem combinadas e complementando um bom plano alimentar e de exercício trarão os melhores resultados. Julgo que são nestes pilares que assentam as bases para corrigir de forma eficaz sem cirurgias ou medicações o volume abdominal que tantas vezes nos preocupa e alcançar os melhores resultados em termos de definição corporal. E mais do que alcançá-los a possibilidade de mantê-los de forma duradoura. Comece hoje mesmo. Identifique com a ajuda do seu nutricionista os pontos da sua alimentação a reorganizar. Esta mudança mais do que criar novos hábitos para reduzir e perder a barriga vão permitir-lhe encontrar um equilíbrio de saúde onde as boas práticas de exercício e de alimentação sai conjugadas para uma vida mais saudável. Saiba tudo em nutricionista.com

Pedro Queiroz é o fundador das Clínicas de Nutrição do Porto e Lisboa e consultor de Nutrição. Mais do que ajudar pessoas a emagrecer o que realmente gosta é de mudar as suas vidas. 

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda