A resposta será sempre diferente para cada pessoa e existem argumentos para todas as posições mas a realidade é que se aprende muito numa consulta de nutrição. Aprende-se a conhecer em primeiro lugar o seu corpo, as necessidades actuais e enquadrar com as necessidades futuras, gostos pessoais, estilos de vida e fundamentalmente conhecer opções práticas para que de forma consistente se consigam manter bons hábitos alimentares de forma duradoura. Mais do que uma dieta, gosto de falar de um plano alimentar. Em resumo é isto que irá receber do seu nutricionista. Um plano que a ajudará a seguir um estilo de vida adaptado a si, com as melhores práticas do conhecimento moderno, buscando muito mais que emagrecer, ser saudável!

 

Sabia que cada pessoa tem um metabolismo diferente? Já reparou com certeza que existem pessoas que comem muito e nada engordam e existem outras que ao mínimo desvio parece que a balança repara logo. Este facto deve-se em grande parte ao metabolismo que é individual para cada pessoa e este será o ponto de partida de uma boa consulta de nutrição. Aprender o seu metabolismo individual é fundamental numa consulta, mas também perceber se cada quilo do nosso peso é constituído por água, músculo ou gordura. Mas há também que saber enquadrar este conhecimento com o seu estado actual de saúde e definir prioridades e objectivos. Para além de formas de o conseguir.

 

Aqui é que o papel do nutricionista clínico se torna relevante. Será como um coach nutricional que esclarece dúvidas e apresenta soluções verdadeiramente adaptadas a si permitindo assim criarem uma equipa cujo objectivo é motivar e dar-lhe a direcção para alcançar os resultados pré-definidos.

 

Parece fácil mas de facto o resultado só se torna completo se for duradouro. Não interessa apenas emagrecer, corrigir valores de glicose alterados ou apenas baixar os níveis de colesterol. Interessa sim perceber como todas as variáveis da alimentação se conjugam para que consiga no seu caso concreto ser verdadeiramente saudável!

#PesoeMedida: jejum intermitente e longevidade, qual a relação
#PesoeMedida: jejum intermitente e longevidade, qual a relação
Ver artigo

 

Aproveite as férias para descansar, iniciar alguns hábitos que sabemos de senso comum serem saudáveis como reforçar as caminhadas, reforçar a ingestão de água, recorrer mais ao peixe do que a carne, apostar também na fruta. Mas há questões para as quais só saberemos as respostas se formos bem orientados. Que quantidade de água devo ingerir? a temperatura da água influencia? Devo beber às refeições ou fora dela? e tantas outras questões que serão certamente esclarecidas e também explicadas numa verdadeira consulta de nutrição.

Aceite o desafio. Comece a planear a sua vida também com bons hábitos alimentares… Afinal já alguém dizia que somos aquilo que comemos! 

Pedro Queiroz é o fundador das Clínicas de Nutrição do Porto e Lisboa e consultor de Nutrição. Mais do que ajudar pessoas a emagrecer o que realmente gosta é de mudar as suas vidas. 

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda