As nossas rotinas diárias permitem sentirmo-nos mais bonitos, mais jovens, mais felizes. Supostamente, sim! Mas o que na realidade acontece é que muitos dos produtos que estão na nossa casa de banho e bolsas de maquilhagem podem mexer com as nossas hormonas e interferir com a nossa saúde.

A maioria dos produtos de beleza são compostos por múltiplas substâncias químicas, como parabenos e os ftalatos, que têm efeitos nocivos no nosso corpo - os parabenos são um tipo de pseudo-estrogénios químicos que, muitas vezes, competem com as nossas hormonas naturais e quando ingeridos ou absorvidos pela nossa pele podem bloquear a sua verdadeira função.
Então o que podemos fazer? Abraçarmos as nossas imperfeições e nunca mais usar maquilhagem? Apesar de ser o ideal, é uma realidade quase impossível de concretizar no nosso dia-a-dia. Felizmente são várias as marcas e produtos de beleza que se preocupam em propor produtos mais naturais, mais amigos do ambiente e sem muitas das toxinas que nos são prejudiciais.

Toxicidade, desequilíbrios intestinais, alergias alimentares e deficiências nutricionais provocam alterações na nossa pele

#O que colocas na pele é tão importante como o que comes Nas minhas consultas observo vários pacientes que, subitamente, começam a desenvolver psoríase, acne ou outras alterações na pele de difícil diagnóstico. Vários estudos revelam que grande parte dos problemas de pele vêm de desequilíbrios internos. Toxicidade, desequilíbrios intestinais, alergias alimentares e deficiências nutricionais provocam alterações na nossa pele.
A maioria dos produtos dermatológicos adotam a abordagem oposta, tratando a pele exteriormente, muitos contendo produtos químicos que podem tornar o corpo mais tóxico.
São várias as alterações internas que condicionam problemas na pele, como alterações hormonais (insulina, hormonas da tiróide) assim como alergias alimentares e alterações intestinais como o intestino poroso.
Mesmo quando temos uma alimentação equilibrada, o uso de produtos menos adequados - hidratantes, desmaquilhantes, maquilhagem ou outros cosméticos - podem agravar os problemas na nossa pele.

A mulher usa em média cerca de 12 produtos de beleza e, cada um deles, contém dezenas de produtos químicos tóxicos

#Sabiasque A mulher usa em média cerca de 12 produtos de beleza e, cada um deles, contém dezenas de produtos químicos tóxicos. Esses produtos químicos incluem parabenos, ftalatos, cores sintéticas, formaldeído, fragrâncias e propilenoglicol para ajudá-los a parecer e cheirar bem, além de preservar a sua vida útil.

#DoutoraFeliz: as minhas rotinas de beleza enquanto médica de Medicina Funcional
#DoutoraFeliz: as minhas rotinas de beleza enquanto médica de Medicina Funcional
Ver artigo

Mas o que aumenta a vida útil dos cosméticos pode estar a diminuir a tua saúde. Muitos produtos de cuidados de pele contêm muitos ingredientes que causam danos nas nossas células pela existência de radicais livres e podem bloquear a acção das nossas hormonas.
Muitos desses produtos desencadeiam ou agravam vários problemas, como alergias, podendo mesmo actuar como agentes irritantes e carcinogénicos.
#Olhovivo Podem ainda existir informações enganosas nos rótulos de muitos dos produtos de cuidados pessoais. Termos como "hipoalergénico" ou "dermatologicamente testado" são, algumas vezes, apenas termos de marketing. Mesmo produtos rotulados como “orgânicos” ou “naturais” podem conter produtos químicos, e esses produtos orgânicos certificados podem conter apenas 10% de ingredientes orgânicos.
Encontrar cosméticos que não contenham ingredientes prejudiciais pode tornar-se uma tarefa difícil.

#Uma abordagem funcional da pele Uma abordagem médica funcional e de anti-envelhecimento deverá ter em conta uma avaliação completa da tua saúde, tendo em conta a alimentação, desequilíbrios nutricionais, hormonais, bem como uma reavaliação de todos os medicamentos ou suplementos utilizados actual ou anteriormente.
Uma avaliação mais completa e personalizada com testes laboratoriais pode ser benéfica para identificar as causas raíz de problemas que possam estar a contribuir por problemas na tua pele. Testes como:

  • Testes de intolerância alimentar: para auxiliar a determinar a alimentação ideal para a tua pele, identificando alimentos específicos que são responsáveis pelo quadro de inflamação.
  • Testes hormonais: que auxiliem na identificação de excessos ou deficiências de hormonas-chave, como a testosterona e a DHEA, que podem tornar a tua pele mais suscetível a acne.
  • Testes da flora intestinal/ fezes: permitem avaliar a função digestiva geral e revelar desequilíbrios gastrointestinais. Alterações da permeabilidade intestinal, parasitas intestinais, síndromes de hiperproliferação bacteriana, candidíases intestinais ou um desequilíbrio na flora intestinal podem ser alguns dos factores que contribuem para os problemas de pele.
    Um programa funcional desenhado com recomendações nutricionais, probióticos, reequilíbrio hormonal e determinados suplementos será recomendado para um melhor benefício não só da tua pele como da tua saúde
  • Faz uma revisão Recolhe todos os teus produtos dos armários, gavetas, malas, etc. Vais te surpreender com a quantidade de produtos que tens. Sabonetes, champôs, amaciadores, cremes de depilação, cremes de corpo, loções, óleos, cremes diurnos, cremes noturnos, cremes para os olhos, protetores solares, bases, pós, corretores, blushes, bronzers, sombras, delineadores, lápis de sobrancelhas, máscaras. E a lista infinita continua.
    Conhece as toxinas Existem vários aplicativos como Think Dirty ou o Healthy Living do EWG onde podes pesquisar pelos teus produtos. Aprende quais os produtos químicos que são grandes “Nãos” nas tuas opções diárias.
  • Simplifica Às vezes, menos é mais. Quanto menos produtos usares, menos ingredientes serão os quais com que te irás preocupar. Economizas tempo, dinheiro e o stress de encontrares os produtos a usar. Mesmo que tenhas uma pele problemática, o mais provável é que não precises de tantos produtos. Podes utilizar diferentes combinações de óleos essenciais para obteres diferentes benefícios e aromas. Agora, limpa o teu armário e limpa a tua rotina de beleza! Lembra-te: não precisas de nada externo para te sentires bonita. Cuide bem de ti e vais brilhar!
#DoutoraFeliz: mas afinal o que se passa com as minhas hormonas?
#DoutoraFeliz: mas afinal o que se passa com as minhas hormonas?
Ver artigo

Em jeito de resumo...

#Não te esqueças Faz o trabalho de casa e lê com atenção os rótulos e lista de ingredientes de cada produto de beleza que utilizas. Escolhe cuidadosamente com a consciência: pensa que cada um desses ingredientes podes colocar na tua boca. Esses ingredientes serão nomes familiares que conheces, e não palavras de 30 letras que nem consegues pronunciar. Ingredientes naturais como azeite, óleo de coco, manteiga de cacau e extratos botânicos orgânicos deverão ter preferência nos produtos que utilizas. Boas escolhas!

Andreia de Almeida é médica especializada em anti-aging e membro da World Society of Anti-Aging Medicine (WOSAAM) e da American Academy of Anti Aging Medicine (A4M)

Inclua este passo no seu ritual de Beleza!

Subscreva a newsletter da Miranda by SAPO.

Seja a primeira a receber as melhores dicas de Beleza

Ative as notificações da Miranda.

Enquanto o verniz das unhas seca…

Siga a Miranda by SAPO no instagram. Use a #SomosTodosMiranda nas suas publicações.