Quantas vezes damos por nós a fazer um pequeno almoço saudável, almoço imaculado e um jantar irrepreensível, e ainda assim a nossa balança teima em resistir? Uma das possíveis causas poderá estar nas escolhas que fazemos para as nossas merendas ou refeições intermédias. Mas, uma peça de fruta não chega ou até um iogurte para enganar a fome? Tudo depende de cada caso e o objectivo de hoje é dar sugestões para que daqui em diante possa encontrar um novo equilíbrio no seu ritmo alimentar e fazer escolhas mais saudáveis, para si e também para a sua família.

 

Com o ritmo de vida actual e a falta de tempo para programar refeições, as escolhas alimentares acabam muitas vezes por ser as possíveis e não as desejáveis. Comecemos então a inverter este ciclo e porque não passar a programar as suas refeições intermédias escolhendo alimentos práticos e possíveis de andarem sempre consigo? Mas que alimentos escolher? Bolachas, tostas, frutos secos? Tudo depende da hora, da sua actividade diária e forma como vamos encaixar estas refeições no seu dia-a-dia.

Algumas sugestões para a refeição de meio da manhã:

Partindo do principio que escolheu um bom, diversificado e saudável pequeno-almoço, esta refeição deverá servir apenas para repor algumas energias antecipando a hora do almoço para que aí possa chegar com apetites moderados. Assim, alguns frutos secos como amêndoas, nozes e avelãs ou até pevides de girassol combinadas com uma chávena de chá ou infusão podem ser suficientes. Se a hora de almoço for adiada a inclusão de uma peça de fruta poderá também ajudar. Bolachas em certos casos podem ser práticas mas verifique sempre teor de sal, composição e também as quantidades para evitar sobrecarregar o organismo com calorias extra. Peça ajuda ao seu nutricionista.

 

#PesoeMedida: comer bem, sentir-se bem, regras de ouro a seguir hoje e sempre
#PesoeMedida: comer bem, sentir-se bem, regras de ouro a seguir hoje e sempre
Ver artigo

Algumas sugestões para o lanche:

A meio da tarde e após um almoço saudável o apetite muitas vezes começa a aparecer e aqui sugiro a inclusão de um iogurte juntando flocos de aveia, muesli ou até algum tipo de sementes como as de girassol, cânhamo, entre outras. Claro que há que ver o tipo de iogurte, a inclusão ou não de lactose e também o tipo e quantidade de cereais que vamos adicionar. Deverão ser escolhidos de acordo com cada pessoa e adaptados também aos níveis de exercício. Há atletas que preferem frutos secos e um ovo cozido por exemplo mas lembro que a escolha deverá ser sempre feita com a ajuda do seu nutricionista para que níveis de saúde nunca sejam comprometidos e possa ter uma alimentação diversificada e ajustada às suas reais necessidades, gostos e paladares, para além de ter de ser prática.

Antes de jantar ou antes de deitar:

Muitas vezes estas são as refeições perigosas pois muitas vezes já estamos em casa e em alturas que o ritmo de ansiedade baixa e os apetites surgem muitas vezes complementados com picos de voracidade. Há quem lhe chame a hora do lobo ou da loba ;) Aqui deverá comer pouco. Pequenas quantidades e saborear cada mastigação para minimizar apetites e “ataques”. Antes do jantar muitas vezes laminar uma maçã pode ajudar embora existam pessoas que esta prática ainda aumente mais o apetite. Experimente cenoura crua, uma taça de gelatina, um punhado de sementes de abóbora, cubos de ananás e tantas outras opções que possam atenuar as tentações. Um bom chá quente e todo o ritual da sua preparação poderá também ser super interessante. A imaginação deverá ser posta em prática procurando ficar longe de bolachas, pão e de alimentos com alta energia e baixa densidade nutricional. Da minha parte nestas alturas escolho muitas vezes os flocos de espelta com iogurte. E as suas escolhas? partilhe tudo em nutricionista.com

Até breve e lembre-se de escolher alimentos práticos, saudáveis e que possam de verdade contribuir na sua saúde. A preparação deverá ser a regra pelo que tenha sempre consigo para imprevistos: ameixa seca, algumas avelãs, castanha do brasil e até uma simples peça de fruta. Comece hoje mesmo e experimente novas opções.

Pedro Queiroz é o fundador das Clínicas de Nutrição do Porto e Lisboa e consultor de Nutrição. Mais do que ajudar pessoas a emagrecer o que realmente gosta é de mudar as suas vidas. 

Na sua rede favorita

Siga a Miranda no Instagram. Partilhe as suas fotos de Beleza com #SomosTodosMiranda